Seguidores

quarta-feira, 8 de junho de 2011

A Verdade Sobre o Exército Brasileiro.




- Olá, leitor! Tudo bem?

- Olá, Pensador! Sim, tudo bem, e contigo?

- Comigo também, graças ao bom Deus.

- Hoje vamos falar sobre o Exército Brasileiro, Pensador? Braço forte, mão amiga, né?

- Pois é, leitor! Esse braço não é tão forte e essa mão não é tão amiga assim, não.

- Eles nos protegem, Pensador!

- Será que conseguem nos proteger? Ou será que precisamos de alguém que nos proteja deles?

- O que é isso, Pensador! O Exército Brasileiro é uma das Instituições com maior credibilidade no país.

- É mesmo? E quem te disse isso?

- Isso eu vi na revista Verde Oliva, que é uma publicação oficial do Exército.

- Então, tu viste o Exército falando bem do próprio Exército, deslumbrado leitor?

- Do modo como tu falas, até parece que uma publicação oficial pode mentir.

- Caro leitor, como diria Shakespeare: “Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, do que sonha a tua filosofia”.

- Estás divagando, Pensador! Não é bem assim.

- Creio que deves ter percebido em meu blog que não sou a favor de injustiças ou manipulação das pessoas, pois acredito em Deus, acredito no respeito entre as pessoas, acredito na justiça. Então, quando algo não se enquadra nesses princípios, creio que a opinião pública deve saber.

- Com todo o respeito, isso parece revanchismo, Pensador. No passado houve fatos vergonhosos por parte do Exército, mas hoje é diferente. Pessoalmente creio que eles devem ter assumido seus erros do passado e mudado sua visão política e etc. Acredito que devemos fazer o mesmo.

- Onde tu viste que eles assumiram os erros do passado, amigo leitor? Eu nunca vi, aliás, muito pelo contrário, sou servidor público civil e nestes doze anos trabalhando em um quartel do exército, o que vejo é o inverso disso.

- Isso não faz sentido!

- Para entenderes melhor o que quero dizer, surpreso leitor, tu precisas compreender um pouco como funciona a estrutura de nosso Exército (e das Forças Armadas como um todo).

Sempre ouvimos falar, leitor, que no Exército se prioriza a hierarquia, a disciplina, a organização e a eficiência, não é? Essa é a imagem que o departamento de Comunicação Social do Exército (que publica a revista Verde Oliva, por exemplo, entre outras publicações) nos dá. Mas isso é tudo propaganda, a imagem que fazemos desta instituição é fruto desta propaganda.

- Respeito tua opinião, Pensador, e vou ouvir o que tens a dizer, mas eu e muitas outras pessoas somos a favor do retorno do Regime Militar, naquela época não era essa bagunça de hoje.

- Bagunça, leitor? Tu crês que o exército é organizado, é isso? Vou contar-te algumas coisas que vi nestes anos de caserna, pode parecer piada em alguns momentos ou até exagero de minha parte em outros, mas é tudo verdade, podes acreditar. Aí tu entenderás que o sistema falido e bagunçado de hoje, já era falido e bagunçado debaixo da administração militar. Mas faço a seguinte advertência: se tu conheces algum ex-militar, então pergunte a ele e verás que é tudo verdadeiro o que digo, mas não pergunte a um militar da ativa ou da reserva, pois eles não têm autorização para dizer a verdade. Para eles é PROIBIDO contestar o Exército.

Para facilitar teu entendimento, vou mostrar-te os diversos graus na hierarquia militar:

Os graus na hierarquia são estes:

OFICIAIS GENERAIS:

Marechal
General-de-Exército
General-de-Divisão
General-de-Brigada


OFICIAIS SUPERIORES:

Coronel
Tenente-Coronel
Major


OFICIAIS INTERMEDIÁRIOS:

Capitão

OFICIAIS SUBALTERNOS:

1º Tenente
2º Tenente


PRAÇA ESPECIAL:

Aspirante-a-Oficial

PRAÇAS:

Praças graduados:

Subtenente
1º Sargento
2º Sargento
3º Sargento


Demais praças:

Cabo
Taifeiro-Mor
Taifeiro 1ª Classe
Taifeiro 2ª Classe
Soldado Engajado (efetivo profissional)

 Soldado Recruta (serviço militar obrigatório) não possui divisa.



Também faz parte da ideia de hierarquia dos militares, além dos graus acima, o conceito de “antiguidade”.

Funciona assim: como a ideia é (ou deveria ser) um sistema hierárquico, então duas pessoas nunca podem ser iguais em autoridade, mesmo que ocupem o mesmo grau na escala hierárquica. Por exemplo, entre dois capitães, aquele que tiver mais tempo de serviço no posto de capitão será o “mais antigo” e aquele que tiver menos tempo será o “mais moderno”. O mais antigo terá autoridade sobre o mais moderno. O mesmo princípio vale para militares que ocupam graus diferentes na hierarquia, ou seja, quem ocupa um grau maior terá mais autoridade e será o “mais antigo” e o subordinado será o “mais moderno”.

- Isso parece justo, Pensador. Conforme esse conceito de antiguidade que vale até para quem ocupa o mesmo posto, sempre haverá um líder, sempre haverá alguém responsável, não é? Isso facilita e muito a organização. Qualquer organização hierarquizada funcionaria bem melhor se fosse assim também. A hierarquia, como sabes, é fundamental para qualquer sistema organizado.

- Concordo contigo, leitor! Também penso assim. Mas tocaste em dois pontos importantes: liderança e organização.

Isso é o que falta ao Exército.

- Não entendi, Pensador! Como assim?

- Nada tenho contra a hierarquia, leitor! Muito pelo contrário! Quero deixar bem claro que apoio e concordo com princípios hierárquicos, qualquer ajuntamento coletivo só pode ser devidamente organizado se houver comando, um corpo só pode funcionar direito se houver uma cabeça, ou seja, um líder. Qualquer sistema organizado, como dissestes, possui uma cadeia de comando. Inclusive, militarmente, eu até concordo com a rigidez tipicamente militar demonstrada no filme Tropa de Elite 1, pois a pressão psicológica ajuda na formação do bom combatente. Em situações de vida e morte, o combatente deve ter estrutura psicológica para suportar a extrema tensão e o comando deve ser rigidamente respeitado para garantir a sobrevivência de todo o grupo. Entretanto, não é assim no Exército Brasileiro, não é assim que funciona a hierarquia deles. Hierarquia, para eles, implica apenas em anulação de direitos, entendes? É aí que mora o perigo.

- Ainda não entendi, Pensador!

- Observe: Cadeia de comando e sistema de castas são coisas totalmente diferentes, é isso que quero dizer na verdade. Por exemplo, em um sistema hierárquico de uma empresa, cada indivíduo ocupa um degrau diferente com responsabilidades diferentes, certo? Assim, é exigida maior especialização e responsabilidade de quem ocupa os graus mais elevados, pois liderança eficiente é liderança bem capacitada. O mérito pessoal demonstrado através de uma boa formação, experiência e competência são fatores importantes para que o indivíduo ascenda aos graus da hierarquia. Por isso, se em determinada empresa, uma pessoa inicia sua carreira profissional como ajudante geral, por exemplo, mas, com seu esforço e competência, consegue demonstrar seu valor, então ele poderá subir os degraus da hierarquia. Caso continue a aperfeiçoar-se, essa ascensão permanece e pode até chegar a diretor, não é assim?

- Sim, já ouvi histórias como essa.

- Em um sistema hierárquico justo, leitor, apenas o cargo é superior e não o indivíduo que o ocupa, além disso, apenas as capacidades do indivíduo são levadas em consideração e não sua origem ou filiação, por exemplo. Mas, e se ao invés de um sistema hierárquico, implanta-se um sistema de castas? Concordas que...

- Um momento, Pensador, desculpe-me! Tu citaste o filme Tropa de Elite 1, certo? Lá demonstrada a disciplina rígida do BOP, hierarquia tipicamente militar, portanto. E ainda dissestes que concordas com isso. Qual o problema, então? O que um sistema de castas tem a ver com o Exército? Eles são militares também, então são iguais ao BOP, não é?

- Tu viste que no filme havia duas polícias: o BOP e a PM, certo? A PM era um lixo, certo? O Exército é igual a PM do filme e não ao BOP.

- COMO É QUE É????

- Permita-me, leitor, primeiramente explicar a questão sobre sistemas de castas, aí tu entenderás melhor o que quero dizer.

- Sou todo ouvidos, amigo!

- Em um sistema de castas, leitor, ao contrário de um sistema hierárquico, um indivíduo pode ser superior a outro indivíduo independentemente de cargos, pois sua origem e filiação são importantes. Podemos usar a Índia como um exemplo clássico, lá se uma pessoa nasce em determinada casta superior, então ela já terá privilégios próprios de sua origem nobre. Se outra pessoa nasce em uma casta inferior, então não lhe será atribuído privilégio algum ou direitos equivalentes aos bem nascidos, entendes? E lhe será proibido ascender às outras castas. Se nascer pobre, então obrigatoriamente será pobre para sempre, assim, obviamente, nunca terá suas capacidades e valor reconhecidos, pois lhe atribuem a incapacidade como algo INERENTE, ou seja, inteligência, competência, valor e etc., para os indianos, são aspectos herdados ao nascer e são diferentes para cada casta (de certo modo, na sociedade brasileira ocorre o mesmo, como pode ser visto aqui). O indivíduo de casta superior é considerado um “ente” superior, enquanto que o inferior será um ser humano de segunda categoria e jamais lhe será permitido qualquer tipo de ascensão. Pois bem, ao contrário do que muitos pensam, não há hierarquia no Exército Brasileiro, mas uma espécie de Sistema de Castas.

- Por favor, Pensador! Isso é um absurdo! No Brasil, algo assim não faz sentido.

- Sim, concordo contigo, é um absurdo! Mas infelizmente é verdadeiro, pois a ideia de hierarquia no Exército é a seguinte: um superior é um “ente” superior, uma entidade diferente. Por isso, pasme, ele nunca poderá ser questionado e nem corrigido, sempre será defendido por seus “irmãos” de casta e por isso, nunca será responsabilizado por nada que fizer. Só inferiores são responsabilizados por seus erros.

- Isso é surreal, Pensador, desculpe-me. Ainda digo que não faz sentido, é difícil imaginar pessoas livres, em um país democrático como o nosso, submeterem-se a um sistema assim, e mais difícil ainda é acreditar que ninguém fora de lá saiba disso.

- Ninguém sabe, jovem leitor? Tens certeza? Na verdade todo mundo sabe! Basta olhares nossa história no período de 1964 até 1985, o período conhecido como “Anos de Chumbo” ou “Ditadura Militar”. Quem era a “nobreza” naqueles tempos? Os chefes militares naqueles tempos não podiam ser questionados, criticados, afrontados ou denunciados. Estavam acima do bem e do mal, no Olimpo. E para piorar, esse mesmo princípio ainda existe, pode até parecer absurdo, mas é ensinado a todos os militares (e cobrado) que um superior NÃO ERRA.

- Absurdo, Pensador! Em pleno século XXI não pode existir pensamentos dessa ordem, nunca vivemos em uma época em que os direitos individuais fossem tão defendidos como é hoje. Imaginar pessoas vivendo assim dentro de um país democrático como o nosso é difícil de crer.

- Democracia é subversão, incrédulo leitor! Ninguém quer abrir mão do poder quando o detém nas mãos, e se esse “poder” for concedido de forma institucionalizada, então se torna legítimo e legalizado.

Qualquer indivíduo, quando é tido como superior a outro, sentir-se-á bem em um sistema assim e dificilmente pensará em mudá-lo. Observe: quando alguém ganha de outra pessoa no jogo de dominó, por exemplo, ou em um concurso de beleza ou é promovido primeiro e etc., isso produz uma prazerosa sensação de superioridade, não é? Agora imagine viver em um lugar em que o tratam como um nobre, um Lord ou uma Lady. Você aceitaria que isso fosse mudado? Se você possuísse autoridade para manter e perpetuar esse sistema, você abriria mão disso tudo?

- Mas isso é outra história, Pensador! Eu tenho princípios que vão contra isso, então eu não aceitaria esse sistema.

- Não aceitaria, leitor? Não mesmo?

- Claro que não!

- Fico feliz que sejas assim, também compartilho de seu pensamento, mas muitos não concordam e, aliás, defendem o sistema com um fervor que beira o fanatismo, como se fosse uma ideologia de vida ou uma religião. Queres saber um pouco mais como é por lá?

- Sim, quero! Estou curioso. rsrs

- Essa “superioridade”, leitor, é vivenciada e imposta sem questionamentos (não é permitido questionar e nem opinar). Até na vida comum fora dos quartéis isso é observado. Para você ter uma ideia, as castas diferentes não se misturam nem em roda de amigos, nos quarteis existe refeitório para Oficiais (casta superior), outro para sargentos (casta mediana) e outro para cabos e soldados (casta inferior). Até o clube que frequentam é separado. Sargentos não podem participar de clube de oficiais, participam apenas de seu próprio clube e eu, pessoalmente, nunca vi clube de cabos e soldados. As moradias também ficam em vilas diferentes, pois um oficial não pode ter um sargento como vizinho e muito menos um soldado.

Principais castas indianas e Ganesha

Há poucos anos atrás, teve um coronel que negou melhorias nas casas de alguns sargentos, pois disse que a diferença entre eles e os oficiais deveria ser mantida e essas melhorias deixariam as casas deles equiparadas com as dos oficiais. Isso, na mente daquele coronel, era algo ultrajante, pois ele acreditava que isso quebraria a “hierarquia”, pois, como ele mesmo frisou: “a hierarquia é a base do Exército” (na verdade, o sistema de castas é a base do Exército, pois desde quando casas melhores, e a dignidade que isso produz, pode prejudicar um sistema hierárquico/organizacional?).

Além disso, teve um capitão aqui que queria punir um sargento, pois o mesmo não cedeu o lugar para ele se sentar em um ônibus circular. Era um ônibus comum do tipo coletivo mesmo, não era fretado.

- Isto está parecendo a nobreza no tempo do império, Pensador!

- Acertaste, leitor! É um sistema idêntico à nobreza no tempo do império.

- Mas Pensador, naqueles tempos os nobres eram tidos como superiores aos demais cidadãos, estavam acima do bem e do mal, não é? Mas essa ideia de nobreza é arcaica, mesmo nos dias de hoje. Basta lermos um pouco a respeito para vermos que a vontade de um nobre naqueles tempos não podia ser negada, não importava o desejo que tivesse. Eu li que chegava ao cúmulo de pessoas perderem suas casas. É mesmo! Quando a coroa portuguesa esteve por aqui, as melhores casas eram confiscadas, Pensador! Inclusive com os pertences do dono da casa, e nada recebia de indenização, ele era simplesmente expulso de sua própria casa com uma mão na frente e outra atrás. No Exército também é assim?

- Em grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e etc, eu acredito que não, mas em lugares ermos, vai saber, né...? Mas, assim como a nobreza, uma coisa comum em qualquer quartel é a vontade inquestionável de um superior. Por exemplo, se um superior (oficial ou sargento) determinar a um soldado antigo, capacitado e experiente que deixe de lado o que estiver fazendo (mesmo que seja importante) para engraxar seu coturno por estar com preguiça, o soldado deve obedecê-lo imediatamente, deve deixar o que estiver fazendo para servi-lo.

É por isso que o último presidente militar, general Figueiredo, disse que preferia o cheiro de cavalos ao cheiro de povo, pois o povo, leitor, para eles, é a casta mais inferior de todas. Basta olharmos a história para constatarmos isso. Lembra-te do episódio em que o general Newton Cruz, montado em um cavalo, dava chicotadas no povo em uma manifestação a favor das diretas?

TODOS nós sabemos que na época da ditadura o lado social foi escrachadamente ignorado e apenas ricos e poderosos eram atendidos. Entretanto, não era a economia do país a principal motivação para toda essa atenção aos ricos e poderosos, mas a manutenção das castas superiores no topo. Como sabemos, o enorme buraco que é a distância social entre ricos e pobres foi agravado no período militar, pois um PIB alto sem distribuição de renda significa muito, mas muito mais riquezas para quem está no topo, PIB alto e miséria do povo significam concentração de renda.

Apenas a nobreza pode ter dinheiro.

- Pois, é, Pensador! Nisto sou obrigado a concordar contigo. Meu pai costumava contar algumas histórias sobre o período militar, ele dizia que havia diversos desmandos naqueles tempos, um militar podia fazer, literalmente, o que quisesse, podia andar na contramão das ruas, mexer com a mulher do civil que passava na rua e etc. A PM daqueles tempos podia xingar, bater, humilhar as pessoas por qualquer motivo banal e não havia a quem recorrer, não havia a quem reclamar. Meu pai fala daquela época com certo rancor, sabia? E ele nem era militante de nada. Ele ainda disse que os militares não podiam ser denunciados e nem processados. Foram tempos difíceis aqueles. Meu pai sempre disse que autoridade demais corrompe, por isso havia pequenos ditadores espalhados por todo o país.

- Teu pai tem toda a razão. De fato, o poder corrompe, e se esse poder é oriundo de um lugar onde a desigualdade é incentivada e é parte do sistema, então, a consequência natural é a impunidade (e os desmandos). O corporativismo em sistemas assim é visto como necessário, pois é fundamental para a manutenção e sustentação do sistema. Quem está no topo protege e “acoberta” seus pares, todos se ajudam e assim tudo fica do mesmo jeito. Justificam isso dizendo que o corporativismo é necessário para que a hierarquia não seja quebrada, que a cadeia de comando seja respeitada. Tudo balela.

- O Exército de hoje ainda é assim, Pensador?

- Sim, infelizmente. Vou contar-te um caso interessante para tu veres como as coisas são hoje.

A legislação dos militares (inclusive um sargento fala sobre isso em certo blog) diz que eles devem ficar disponíveis 24 horas por dia, mas eles cumprem expediente normal de 8 horas diárias como qualquer pessoa. Eles ficam além do horário comum de experiente apenas se algum fato importantíssimo justificar, assim, só podem voltar para casa quando tudo estiver resolvido. Entretanto, leitor, o militar não recebe centavo algum a mais por isso.

- Até entendo isso, Pensador! Afinal, segurança nacional é segurança nacional, né?

- Pois é, leitor! Entretanto, o caso que vou contar nada tem a ver com segurança nacional. É importante que tu entendas, leitor, que o chefe imediato tem autoridade para pedir que o militar subordinado permaneça no quartel, caso seja de seu desejo. Então, já deu pra imaginar o que acontece na prática, né?

Se o Exército fosse uma instituição séria, então, apenas raramente tal sacrifício seria exigido, afinal, militar também tem família, compromissos de ordem pessoal e etc., além disso, não é comum, no Brasil, problemas com nossa “segurança nacional”, nosso país é pacífico, não tem inimigos e etc. Mas, na prática, militar bom é aquele que fica depois do expediente, por isso, os superiores inventam situações absurdas para que o coitado do subordinado fique até tarde trabalhando.

Certa vez, um comandante aqui no quartel, que não gostava de taifeiros, determinou o seguinte: todo taifeiro teria que cumprir o expediente das 7h00 da manhã até as 3h00 da manhã do dia seguinte (20 horas seguidas diariamente, restando-lhes apenas 4 horas para cuidar de sua família, assuntos pessoais e dormir).

Taifeiros, leitor, trabalham predominantemente na cozinha, será que tinha tanta gente assim para alimentar?

- Isso é inadmissível, Pensador! É até criminoso, se for ver bem.

- Concordo, mas o argumento do coronel foi que a legislação militar prevê que o militar deve ficar disponível 24 horas e todo bom militar não discute ordens, apenas cumpre.

- Ele fez isso apenas por capricho pessoal, é isso? Eles não podiam reclamar com alguém?

- Reclamar para quem? O comandante é a autoridade máxima no quartel e nada pode ser levado aos escalões superiores sem o conhecimento e consentimento dele.

- Safadeza, hem? Então, como ficou?

- Leitor, como percebeste, nada, mas absolutamente nada, justificava essa carga horária absurda, não havia o que pudesse justificar tal atitude. É óbvio que houve reação. Um dos taifeiros ameaçou levar o comando e oficiais envolvidos à justiça, (até levou gravador escondido na reunião para usar como prova) e argumentou do seguinte modo: em determinada cidade, tem uma lei que diz que um carroceiro, obrigatoriamente, deverá ter dois cavalos, pois um cavalo não pode puxar uma carroça sozinho o dia inteiro, mas o trabalho deve ser dividido entre dois cavalos (essa lei existe), pois eles devem descansar, aí ele completou: se para animais existe essa preocupação, então por que com gente não pode? Quando esse taifeiro ameaçou colocar todos os envolvidos na justiça, então tudo foi abafado e esquecido.

Quem deve teme, leitor!

- Isso é caso de cadeia, sinceramente! O que aconteceu com esse comandante canalha?

- Nada, leitor! Nada! Ele é coronel, oficial superior, portanto está acima do bem e do mal. Na época que ele comandou aqui, ele usava recursos do quartel para promover-se socialmente na cidade, ele gostava de frequentar a alta sociedade campineira e, por isso, organizava jantares, festas diversas, salões de arte, até desfile de moda teve aqui no quartel. Gastava a “rodo” o dinheiro do contribuinte e usava o próprio pessoal do quartel para dar suporte gratuito a esses eventos.

- Depois reclamam dos políticos.

- Um inferior é pisado sem dó, leitor. Isso é visto como correto, acredite! Oficiais pisam sargentos, sargentos pisam cabos, e cabos aos soldados. Um superior não deve respeito a um inferior, pois o mesmo é um ser humano de segunda categoria. Conforme vimos, se um superior, por vaidade pessoal, quiser que um inferior não vá pra casa para junto de sua família, mas fique trabalhando em algo inútil, assim deve ser feito. Se ele quiser gritar, xingar, humilhar, ofender e etc. Ele tem esse “direito”. O assédio moral é uma prática comum e tida como necessária. A imprensa não divulga, mas o índice de afastamentos do trabalho por motivo de depressão ou suicídios são maiores do que em qualquer outro setor do serviço federal (ao observar este blog, verás que faz sentido, tu ficarás espantado com os relatos).

Há certo tempo atrás, conheci um tenente QAO (sargento que chegou ao oficialato após algumas décadas de serviço) que era tão submisso, que, além do próprio trabalho, ainda fazia todo o trabalho de seu chefe e se sentia orgulhoso por isso. Seu chefe, após três anos de chefia, ainda não sabia quais eram suas responsabilidades e como as coisas funcionavam dentro de seu próprio setor, nem a rotina de sua seção ele conhecia direito.

- Parece-me, Pensador! Que mentalidade serviçal e submissa é o padrão ideal do subordinado.

- Sim, atento leitor, é isso. Um exemplo que pode ilustrar essa submissão: suponhamos que tu sejas um militar, então alguém de algum grau superior ao teu (oficial ou sargento, não importa) vem apenas visitar o setor onde tu trabalhas. Sabias que ele pode tomar tua mesa sem teu consentimento para acomodar-se e, ainda, usar teu computador para navegar na internet e ver bobagens, enquanto tu ficas sem poder trabalhar?

- O que é isso, amigo! Isso vai contra qualquer lógica administrativa.

- E não é só isso, se ele não quiser usar tua mesa, ele pode simplesmente tomar tua cadeira e deixar-te em pé, enquanto joga conversa fora com algum outro militar (superior a ti e equivalente a ele) que trabalha contigo no mesmo setor. Se ele precisar de algum rascunho para marcar os números da Mega-Sena, por exemplo, ele poder pegar algum documento importante de tua mesa para anotar os números.

- Mas ninguém faz nada? Nem esse militar “superior” que trabalha junto? Não acredito nisso, amigo!! Todo mundo aceita numa boa?

- Isso é prerrogativa da casta que ele faz parte, ou seja, ele tem esse direito, pois é “superior”.

Mas a situação para civis que trabalham com eles não é muito diferente, leitor. A esmagadora maioria dos militares não gosta de civis, a ditadura deixou marcas na população civil e nos militares também. Então, qualquer questionamento ou crítica a eles feita por um civil é encarada como pessoal e apressam-se em dizer que é “revanchismo”, pois se consideram como uns “coitadinhos” injustiçados.

Esse é o lado negativo quando se é um civil trabalhando com eles, eles não nos veem como iguais, então não podemos nos misturar (aliás, nem eles se misturam, as castas convivem isoladamente).

É uma tremenda burrice colocar civis e militares trabalhando no mesmo lugar, mas enfim...

Entretanto, há um lado positivo em ser civil, pois nós não estamos incluídos no estatuto deles, por isso, eles não têm autoridade sobre nós. Meu chefe, por exemplo, eu respondo a ele apenas profissionalmente. Ele não manda em mim como pessoa.

A população brasileira não sabe disso, mas os militares das Forças Armadas NÃO possuem autoridade alguma sobre a população civil. Por isso, a ação do Exército nos morros do Rio de Janeiro é ilegal. Tal ação só pode ser usada em caso de violação de segurança nacional, ameaça de guerra ou guerra propriamente dita. O governo sabe disso, mas como não dá conta de suas responsabilidades, então fazem uso deste recurso ilegal.

Os militares mandavam e desmandavam na época da ditadura, mas hoje eles são pessoas comuns. Nós não somos mais uma casta inferior. O sistema de castas só vale entre eles. Para nós, civis, apenas a polícia civil, militar e federal são agentes com autoridade policial, pois apenas a eles é atribuído o dever de estabelecer a lei e a ordem. Mas a população não sabe disso, então, é comum ver jovens tenentes do Exército dando “carteiradas” para entrar gratuitamente nos cinemas ou oficiais superiores ultrapassando sinal vermelho, fechando pessoas no trânsito sob o pretexto de que são “autoridades”.
Carteirada

Um testemunho pessoal: por volta de 1988, a Ditadura ainda era uma desgraça recente, aí um caminhão lotado de soldados do Exército invadiu a escola que eu estudava e todos os alunos foram mandados para casa naquele dia.

- Por qual motivo, Pensador?

- O motivo? No dia anterior, um soldado do Exército, que era aluno naquela escola, havia sido revistado por um guarda municipal na entrada da escola. Ele ficou “chateadinho” por causa disso, entende? Então veio um pelotão inteiro no dia seguinte para tirar satisfações.

- É absurdo que não acaba mais, heim Pensador?

- Felizmente, muita gente sabe de seus direitos hoje em dia, eu sei os meus aqui no quartel. Esse é um dos motivos que incentiva o rancor em muitos deles contra os civis, pois não podem nos punir ou prender sem julgamento formal, mas apenas podem discliplinar (e NUNCA prender) através de sindicância com direito a ampla defesa.

Apesar de trabalhar com eles, eles NÃO mandam em mim. Sou um cidadão livre, tenho direito a opinião própria e a viver minha vida sem ninguém intrometendo, por isso, posso discordar dos meus chefes quando vejo algo errado, critico atitudes ridículas e etc. e trabalho apenas oito horas por dia, é evidente que isso desperta a inveja de alguns, nem preciso dizer que muitos me odeiam.

- Já passastes por alguma situação embaraçosa no quartel pelo fato de ser civil, Pensador?

- Situação embaraçosa? Há há há!! Nem te conto, amigo! Nada é tão ruim que não possa piorar e, como dizem: “desgraça pouca é bobagem”.

- Foi tão ruim assim?

- Vou contar duas situações, Leitor, para tu veres que quando se quer fazer o mal, sempre se dá um jeito.

Certa vez tive um tenente xucro como chefe (um verdadeiro animal). Esse tenente, que era filho de um coronel da reserva atuante nos tempos da ditadura, achava que os desmandos dos “Anos de Chumbo” ainda vigoravam, ele nem usava caneta na cor vermelha no dia-a-dia, pois dizia que é cor de comunista. Era um cara xucro, arrogante, mal-educado, mal informado, malformado e etc. As discussões entre mim e ele, obviamente, eram frequentes. Entretanto, eram discussões em que eu apenas defendia direitos legítimos que o tal tenente queria anular, não havia nada que constasse como transgressão disciplinar. Por isso, nada poderia fazer contra mim, ou melhor, quase nada.
Língua de cobra

Observe, leitor, a força do corporativismo que sustenta sistemas assim: Esse oficial, secretamente, começou a dizer que este humilde pensador que vos fala era gay. (e pensar que já fiz besteiras no passado por causa de mulher, hem?).

- Gay? Que roubada!! Mas por quê? O que tem a ver?

- O mal não escolhe métodos, apenas age, leitor! O oficial fez isso, espalhou entre seus pares que o cidadão em questão (eu) era gay. Entretanto, nunca houve qualquer coisa que sequer sugerisse isso a meu respeito, mas como foi um OFICIAL quem afirmou essa barbaridade, então, a vida deste humilde pensador se tornou, literalmente, um inferno. Um superior não erra, não mente, é um gênio e etc. Eu, entretanto, era só um civil. Nem preciso dizer o que aconteceu com minha reputação.

- Mas tu não poderias ter reclamado com alguém, levado aos escalões superiores?

- Não havia a quem reclamar, leitor! É um sistema de castas, lembra-te? Um indivíduo de casta inferior é um ser humano de segunda categoria e para piorar, agora era gay também. E não ficou só nisso, quando militares novos chagavam transferidos ao quartel, os que aqui estavam logo tratavam de “informar” ao novo pessoal sobre a “situação” deste teu humilde amigo, de modo que, mesmo havendo troca de militares no quartel, ainda assim, minha vida continuava o mesmo inferno de sempre. Eu aprendi com isso, leitor, a ter uma postura mais tolerante com os gays por causa dessa situação que vivi. Hoje sei que a vida deles é realmente difícil. Não concordo com o homossexualismo, mas mesmo assim, acredito que eles merecem um tratamento mais respeitoso (mas não aprovo o PL 122, aquilo é exagero).

Mas voltando ao assunto, a mentalidade serviçal e submissa dos militares é tão grande que mesmo quem já me viu com namorada (fora do quartel, obviamente), mesmo assim, ainda pensa que sou gay. Isso só vai mudar se algum oficial disser que não sou.

- Isso é irracional, Pensador! Parece que a imbecilidade é institucionalizada, não é? E, pelo jeito, obrigatória também. Que país é esse meu Deus!!! Que buraco no mundo é esse??

- Imbecilidade institucionalizada é a palavra certa, leitor! Só assim para justificar a existência de uma anomalia social desse tipo.

- Mas tu disseste que houve duas situações, Pensador! Ainda houve mais?

- Sim, houve. Tive um chefe há alguns anos, que naquela época era capitão, mas hoje já é major (foi promovido por merecimento), também houve conflito de “ideias” entre mim e ele, mas ele não limitou a difamar-me, mas deu “parte” de mim para o subcomandante. Entretanto, fiquei tranquilo, afinal quem não deve NÃO teme. Sou servidor civil, então não posso ser punido diretamente, é obrigatório por lei abrir sindicância para apuração dos fatos. Em uma sindicância, o acusado (eu) tem direito à própria defesa por escrito. Foi essa defesa que me salvou, pois nela eu acusei o capitão formalmente de assédio moral e ainda ameacei processar todo mundo, inclusive o comando do quartel. Entretanto, leitor, quem deve TEME (e eles devem muito). Assim, após a conclusão da sindicância, concluíram que eu era culpado (lógico, pois JAMAIS culpariam um oficial e favoreceriam alguém insignificante como eu). Entretanto, só me deram uma advertência como punição. Sabes o que uma advertência significa? Nada! Ou seja, profissionalmente falando, não teve, na prática, punição alguma. É apenas como se tivessem dito: “Christian, o que você fez é muito feio, viu? Não posso bater em você, pois vou preso, mas saiba que fiquei chateado!”. A advertência é apenas a opinião do comandante, só isso.

Hoje, após esses fatos e após muitas orações, Deus foi bom comigo, por isso a poeira baixou e até levo uma vida relativamente tranquila por aqui, apenas estou a espera de um pretexto para processar alguém, pois mágoa todo mundo tem e eu não sou de ferro.

- Tua calma e paciência me impressionam, Pensador! Se fosse eu, sinceramente... Bem... Mas diga-me, esse pessoal não tem noção de bem e mal, é isso? Julgam-se acima das leis, acima da ética, acima do bom senso?

- Certo coronel (que hoje é general) disse: O exército está acima de tudo.

- Como é?

- Logo quando comecei a trabalhar no quartel, amigo leitor, houve um episódio interessante: hoje existem mulheres nas forças armadas, mas os postos e graduações não tiveram seus nomes adaptados ao segmento feminino. Assim, uma mulher no posto de capitão não é chamada de capitã, mas de capitão, se há uma mulher na graduação de sargento, ela será chamada de sargento e nunca de sargenta. A língua Portuguesa aceita essas flexões para o feminino, inclusive tem uma lei editada pela Academia Brasileira de Letras regulando esses termos para o português do Brasil. Por isso, certo dia, um capitão professor de português (o quartel que eu trabalho é uma escola também) foi até o comandante com o texto da lei e explicou que os nomes usados para os postos e graduações também tinham equivalentes femininos, mas o coronel disse: “o Exército está acima de tudo”. O capitão insistiu e disse que havia uma lei federal regulando isso, mas o coronel disse: “eu só vou falar mais uma vez, você vai apenas ouvir e sair por aquela porta: o Exército está acima de tudo”.
General

- Agora entendo quando dizes que a mentalidade dos tempos da Ditadura ainda existe.

- O comandante é a lei, leitor! Houve um general que disse certa vez que a lei é apenas um guia para se usar como referência, só isso. A autoridade do comandante está acima de tudo e todos.

Sou civil, por isso digo essas coisas, se eu fosse militar, estaria com a carreira arruinada e ainda seria preso, pois a verdade NUNCA pode ser dita.

- Mas tu realmente tens certeza que nada acontecerá contigo ao dizer essas coisas?

- Estou apenas fazendo uso de meu direito constitucional de liberdade de expressão, temeroso leitor! A Ditadura não existe mais, sou um homem livre.

- Espero que saibas o que está fazendo.

- Posso ser tudo, leitor! Menos covarde (nem burro e muito menos gay). Não digo isso para fazer média, mas acredito que quando se cala diante do mal, o mal aumenta. É fácil criticar tudo e covardemente fugir quando a situação aperta. Duas características de nosso povo conhecidas internacionalmente (entre outras) são a covardia e a acomodação. Isso me dá vergonha, leitor! Recuso-me a ser assim!

- Tu é que sabes, mas tens meu apoio, amigo! Então, continues com teu relato.

- Muito obrigado, leitor! Os estatutos e regulamentos que eles possuem giram em torno da manutenção dessas castas. Observe: se um cachorro morde uma pessoa, mesmo que a pessoa o tenha provocado, a culpa é sempre do cachorro, não é? Pois ele é um animal, animais são inferiores, agem sem pensar. O mesmo ocorre, leitor, em um sistema de castas, pois o subordinado é como o cachorro, ele é o errado, pois é tido como alguém com entendimento inferior, por isso não há a quem recorrer, não há a quem reclamar, pois é inferior. Não é possível uma justiça igualitária em sistemas assim.

- Mas e a sociedade, Pensador? E a mídia, ninguém faz nada?

- A Mídia, leitor, se houvesse algo a ganhar com isso, com certeza faria algo, mas não é o caso. Quanto à sociedade, bem... Sabemos que alienação é a regra.

- O triste é que isso é verdade.

- Os militares são uma sociedade à parte, amigo leitor! Uma sociedade, como sabemos, é caracterizada por cultura e costumes próprios, assim, o sistema de castas deles é uma estrutura social totalmente fora do padrão cultural brasileiro, pois esse sistema não funciona apenas dentro dos quarteis, mas fora também. Se um subordinado encontra algum superior no cinema, lá o sistema de castas também estará, o subordinado deve ceder o lugar ao seu “superior”. Tudo o que fazem é dentro desse sistema. Suas festas, comemorações, enfim, tudo é dentro desses princípios ditos hierárquicos. Por exemplo, se organizam um churrasco, os “inferiores” (mesmo sendo convidados) é que assam a carne, arrumam as mesas e limpam tudo depois. É imposto um padrão de pensamento, comportamento e etc., entendes? O subordinado é obrigado a aceitar a sua condição de inferior, é imposto a eles isso. Por isso seus direitos são restritos, pois ele deve saber o seu lugar. Isso caracteriza, obviamente, uma sociedade à parte e com ideologias próprias. Até suas escolas ensinam outra verdade, nelas o golpe militar é ensinado como revolução popular, a ditadura não existiu e os militares foram e são os heróis do povo. Distorção consciente e proposital de fatos históricos.

- Mas, Pensador! Então o Exército Brasileiro é como se fosse o Vaticano em Roma, um estado dentro de outro estado. É isso?

- Sim, é isso. Até a internet é censurada por aqui, leitor! Por exemplo, quando digitamos algo no Google que eles não querem, então aparece a seguinte mensagem: “Proibido o Acesso. Acesso registrado no banco de dados”. Se você é reincidente, então o punem. Tudo é registrado e diversos sites são bloqueados.

A mentalidade típica dos tempos da Ditadura ainda existe por aqui, eles ainda vivem como se fosse aquela época e aguardam em seus corações o retorno dos “Anos de Chumbo”.

O Departamento de Comunicação Social do Exército vende uma imagem falsa ao público e todos os militares devem corresponder a essa imagem diante do público, mas a realidade é outra.

- Pois é, Pensador! Pelo que podemos concluir, somos enganados o tempo todo, já somos enganados pela mídia, o governo, e agora até pelas Forças Armadas... Mas, o revoltante, é que NINGUÉM dá a mínima pra isso, Pensador!! O povo só pensa em carnaval, novela, futebol e balada. Desculpe o termo, Pensador, mas que merda de povo é esse? Também sinto vergonha, Pensador! Sinceramente é difícil viver em meio a tudo isso.

- Entendo-te, leitor! Mas ainda tenho esperança pra nosso povo. Existem mais pessoas que pensam como nós, acredites! Quanto mais pessoas interessadas em mudanças surgirem, maior a chance de uma mudança real. Existe gente boa neste país, leitor, existe ainda muita gente boa.

- Ainda não compartilho de teu otimismo, Pensador! E a prova disso é que tu tens ainda muita coisa a dizer, não é?

- Sim, tenho. Afinal a minha intenção é expor essa podridão toda, pois creio que a exposição do mal o torna visível a todos, se antes ninguém sabia de nada, agora sabem.

- Tu és corajoso, amigo! Então, continues teu relato, sou todo ouvidos.

- Obrigado, Leitor, agora falta pouco a dizer.

Na época da Ditadura Militar, Leitor, como sabes, havia a inibição do pensamento livre, todo questionamento era proibido. Hoje ainda é assim nos quarteis, um exemplo simples é a mentira que contaram sobre minha sexualidade, por um tempo fiquei “marcado” por imposição hierárquica. Todos, humilde e servilmente, são obrigados a aceitar aquilo que o superior diz. É proibido pensar, refletir ou ter ideias próprias (imbecilidade institucionalizada, como disseste). Também não é permitido ao militar entrar na justiça contra o Exército, sabias? É o comandante do Exército quem diz que assuntos podem ser levados a justiça ou não, o assunto que não puder deve ser resolvido “administrativamente”. Quem não obedece é perseguido.

- Pensador, alguns militares da época da ditadura dizem que as atrocidades que cometeram contra o povo brasileiro foram apenas cumprimento de ordens, não tinham opção é o que dizem. É possível que isso seja verdadeiro?

-Sim, Leitor, em alguns casos (poucos) foi isso mesmo! Não importa a ordem, ela deve ser cumprida sob pena de punição ou perseguição, entretanto, o superior, contraditoriamente, nunca é responsabilizado pela ordem que deu, pois quem manda é que deveria ser responsabilizado, não é? Mas no Exército, quem manda NUNCA é responsabilizado por nada. O erro é sempre do cachorro, pois é um animal, entendes? Corporativismo explícito. Essa é a principal causa da desorganização e bagunça reinante aqui, como falei no início.

O aspecto administrativo, por aqui, funciona assim: um chefe ou comandante deve ser, como eles dizem, “assessorado” pelos seus subordinados, ou seja, ele nada sabe sobre suas funções, mas seus subordinados devem saber de tudo e devem dizer pra ele o que fazer e o que não fazer. Tive um chefe, por exemplo, que só sabia assinar documentos. Todo documento que eu levava pra ele, tinha que explicar tudinho, como se fosse um novato, entretanto, ele foi meu chefe por mais de três anos.

Esses são os líderes do Exército Brasileiro. Se algo dá errado, a culpa é do subordinado que não “assessorou” seu chefe devidamente.

É evidente que a consequência natural disso é a desorganização e a baderna.

Quanto mais alto na “hierarquia”, mais vagabundo, incompetente e autoritário o indivíduo se torna.

Um sistema hierárquico sério não permite a promoção de gente assim, mas um sistema de castas permite, pois a “superioridade” é inerente ao indivíduo, entendes? Em um sistema hierárquico sério, apenas o CARGO ocupado é considerado superior e há responsabilidades inerentes a ele, mas o indivíduo não é considerado superior, por isso é substituível. No exército, porém, o indivíduo é que é superior, não importa o que ele faça no cargo que ocupa. Assim, a autoridade do chefe não está em seu carisma, capacidade de liderança ou de resolver problemas, mas é a instituição que lhe dá poder e a obediência é garantida pelo medo que o subordinado tem em ser punido ou perseguido. O chefe ou comandante não tem a obrigação de chefiar ou liderar, ele existe apenas para ser servido.

O Exército é uma instituição falida, decadente, ineficiente e cara (se todo dinheiro gasto em festas fosse voltado para treinamento, tudo seria diferente).

Em nosso Exército até macaco bem treinado sai coronel, pois existe o que eles chamam de “promoção por antiguidade”, ou seja, basta esperar certo tempo (interstício) que a promoção vem, sempre vem. Podem coçar o saco o dia inteiro ou jogar paciência no computador que a promoção tarda, mas não falha. Assim, mesmo que o militar em questão não seja eficiente e etc., a promoção sai do mesmo jeito. É comum ver gente absurdamente incompetente ocupando graus elevados na “hierarquia”, no posto de coronel ou tenente-coronel, por exemplo. Isso é comum (muitas vezes dá até para duvidar da capacidade cognitiva do indivíduo, pois a limitação mental é muitas vezes extremamente evidente).

- Caramba!! Como é a honestidade em um ambiente assim, Pensador?

- Já percebeu o grande problema, né? Em uma instituição em que competência, responsabilidade e organização são apenas conceitos meramente filosóficos, bonitos apenas para abrilhantar algum discurso qualquer e nada mais, como percebestes, é natural esperar que a honestidade também seja violada. Tudo no Exército é feito para benefício da própria estirpe, assim, apadrinhamentos (que chamam de “peixada”) são comuns e podemos considerar como mais um aspecto tipicamente “cultural” da caserna. Aqui tem, por exemplo, o que chamam de PTTC (Prestador de Tarefa por Tempo Certo), que nada mais é que um cabide de empregos. Um PTTC é aquele militar que já teve todas as promoções que podia ter, então vai para reserva (aposentadoria), mas volta a trabalhar como PTTC, ou seja, recebe seu salário como aposentado e recebe mais outro como PTTC, assim, ao invés de “coçar o saco” em casa, ele vem “coçar o saco” no quartel e ainda recebe pra isso. Eles são conhecidos pelos outros militares como “vampiros” pelo fato de sugarem o dinheiro do contribuinte.

Caso tenha se esquecido, leitor, você é o contribuinte.

- Deus me perdoe, mas que essa “milicada” vá para o inferno, Pensador!

- Calma, amigo! Existem militares que se salvam, infelizmente são poucos, entretanto tive o prazer e o privilégio de conhecer alguns.

- E os generais, Pensador? Eles é que mandam, não é? Por que não fazem algo?

- Fazer o que, leitor? Eles são os principais defensores desse “sistema”, afinal, estão no topo da “cadeia alimentar”, o “sistema” os torna, literalmente, intocáveis, afinal, são os mais “antigos” de todos. Certa vez foi descoberto desvio de verbas em um determinado quartel, foram fazer o levantamento da falcatrua e descobriram que isso ocorreu na gestão de vários comandantes, mas esses comandantes, no presente, já haviam sido promovidos a generais. Resumindo, o assunto foi imediatamente arquivado, os demais envolvidos absolvidos e NADA foi divulgado na imprensa.

Generais estão acima da esfera mortal, Leitor. Basta olhar em nossa história o que eles fizeram com o povo e tu terás uma ideia do que digo. Eles são intocáveis e infalíveis (como o Papa), não podem ser investigados, auditados, questionados, e a palavra deles jamais pode ser colocada em dúvida. Nem o governo mexe com eles, pois a ameaça de novo golpe ainda existe.

- Pensador, que tristeza! Aonde vamos parar? É justo termos pessoas assim como nossos “protetores”? Isso é perigoso! Há ainda algo mais a dizer?

- Não, leitor, acabou.

- Nem sei se vou dormir a noite, Pensador! Não dá para confiar em uma instituição administrada deste modo. Nossa defesa é uma piada.

- Quanto mais pessoas souberem sobre essas coisas, leitor, mais gente livre teremos. Qualquer mudança só pode acontecer quando pessoas livres e conscientes resolvem agir.

- Então, que Deus nos abençoe, Pensador! E boa sorte em teu dia a dia no quartel, que Deus o livre e o proteja.

- Obrigado, leitor! Desejo o mesmo a ti. Até qualquer dia.


Christian Brito


134 comentários:

  1. Olá, maninho!
    Puxa... fiquei boquiaberta com a sua postagem.
    Eu jamais imaginava que o Exercito fosse dessa forma. Com a corrupção e a revolta do povo com o governo, até pensei que o Militarismo seria a solução, mas que enganei e agradeço a Deus por você abrir os olhos de muitos que pensam como eu.
    A ultima vez que fiquei aborrecida, foi nessa semana.. com prisão dos amigos Bombeiros... aquele governador filho de uma figa, aprova tudo, aprova passeata gay, aprova carnaval, mas não aprova um aumento de salário para a classe. O que seria o mais justo!
    Outra coisa: Meu filho esta servindo no Exército. Ele foi fazer um treinamento no mato, e um sargento, jogava os capacetes no peito dos recrutas, para que eles agarrassem. Quando foi jogar o do meu filho, o tal sargento, jogou na boca do meu filho. Imediatamente, ele caiu no chão com o rosto machucado, a boca sangrando muito e o dente quase saindo do lugar. Quando o meu filho chegou em casa, depois de cinco dias do ocorrido, ainda pude ver a injustiça. O meu marido ficou revoltado, porque,nem desculpas o sargento pediu ao menino. Meu filho disse: que a vontade dele foi de avançar no tal sargento, de tanta raiva que ele sentiu; mas teve que se controlar!
    Meu maninho Christian, fiquei triste pela ofensa que te fizeram ao te chamar de gay...... mas, por que não se demitiu desse lugar, maninho? Acho que eu estou emocionalmente abalada, né?
    Deus esta contigo!
    Agradeço pelo relato, e vou continuar orando a Deus, para que o nosso país melhore !
    Deus te abençoe, e te guarde por onde quer que andares!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de orar para que o país melhore, faça algo de concreto por ele, deixe de ser ingênua! A única coisa que impede essa corja do PT de tentar o golpe comunista, é que as Forças Armadas não são solidárias. Daí o esforço desse sujeito, disfarçado de ex-servidor civil da caserna, em desmoralizá-las.Sem disciplina, sem ordem e sem privilégio hierárquico; dentro dum nível razoável e suportável, é claro, qualquer organização militar desmorona!

      Excluir
    2. TÉTE NÃO ENTENDEU QUE ESSE CARA É UM BAITA PETRALHA SE BORRANDO DAS FORÇAS ARMADAS?
      MEU FILHO É DO EXERCITO,SEI O QUE ESTOU ESCREVENDO....

      Excluir
    3. Nunca li tanta merda junto. Perdi meu tempo com tamanha falta de conhecimento. Muito pior é essa ditadura política disfarçada de democracia.

      Excluir
    4. Nunca li tanta merda junto. Perdi meu tempo com tamanha falta de conhecimento. Muito pior é essa ditadura política disfarçada de democracia.

      Excluir
    5. IDIOTA COMO PT MERECEM JUNTOS AOS POLITICOS E SEREM "FUZILADOS"

      Excluir
    6. A idiotice é sempre voluntária e irracional, não sou petralha e nem comunista, basta olhar as postagens deste blog.

      Excluir
  2. Baralho! Esse relato é o mais ácido que já li sobre a caserna até hoje, desde que comecei a ler sobre o assunto, durante a famigerada época de alistamento militar (sobrei com muita sorte e graças a uma aprovação na universidade federal do outro lado do vale).
    Aliás, todo o processo (e o serviço que não fiz, pelo que me contam) foi uma piada lusitana. E falta de dinheiro realmente é história pra boi dormir.

    Por isso defendo a extinção das forças armadas atuais do país e a criação de uma nova instituição, devidamente valorizada, equipada, renovada e redimida de todos os pecados.

    E sobre esse negócio de gay, tem um deputado famoso que bebeu muito da água da sua cidade...

    No mais, continue abrindo os olhos do povo (e os militares também o são), ainda mais os que caem no blog pelo Google, como eu.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Te garanto uma coisa, não é mais assim. Sinceramente? tome vergonha na cara e vá servir um quartel, sou da ativa e não acontecesse NADA DISSO, outra coisa, qualquer soldado, mesmo no serviço militar obrigatorio pode se negar a obedecer qualquer ordem que não seja de cunho da sua sessão, quando há abuso é porcausa de seres humanso que não prestam, e ai se leva o caso aos superiores deste.
    Se acontecesse isso com o marechal se levaria ao presidente.
    Ah, uma outra coisa, pra você que tá desinformado, foi declarado GUERRA aos traficantes, NÃO FOI UMA ATIVIDADE ILEGAL, pesquise antes de falar bobagem. Os traficantes já eram assunto para as forças nacionais, e mesmo que não fosse o caso, a ordem que foi liberada pelo presidente lula de atacar (declarando guerra) se não tivesse sido dada, bastaria mudar a lei. FOI ORDEM DO PRESIDENTE, que foi elegido por maioria, ai já é problema da população inteira, seu texto é todo errado, quer falar bonitinho , ok, mas por favor fale coisas COERENTES!
    Ah, e Exercito não tem nenhum poder sobre a PM e nem a PM sobre o exercito.
    A pm não pode manter preso algum integrante das forças armadas, e nem o EB pode manter algum integrante da PM preso, sem o conhecimento dos quarteis responsaveis pelos mesmos, e sim, qualquer militar pode prender um civil, seja do exercito, policia civil ou PM, mas todos que são presos precisam ser dirigidos ao quartel responsavel pelo militar que prendeu, e ai dirigido para uma delegacia da PM, e ai sim vai pro presidio e espera o julgamento, dependendo do crime responde em liberdade. Até mesmo um civil pode dar voz de prisão a outro civil, a diferença é que militar possui equipamentos e é autorizado a usar o mesmo para combater o crime.


    E pra finalizar, NÃO TEM VERGONHA DE DEFENDER OS TRAFICANTES SÓ PRA FALAR MAL DO EXERCITO?
    Agora vai, apaga esse comentario pra não dar a cara a tapa. Pensador livre né? duvido você responder esse comentario e eu voltar aqui depois e ainda ver ele, vamos ver se nossos pensamentos são livres mesmo.

    Até!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você... esse tal Pensador está tentando manipular as pessoas, esse cara não passa de um lixo, uma praga do comunismo

      Excluir
    2. Mais outro idiota falando merda, e quem disse que sou comunista, seu retardado? Onde escrevi isso? Onde dei a entender isso?

      Além disso, prove que meu texto é manipulador, desafio você a demonstrar onde estão as supostas falhas. Consegue?

      Você é que um lixo, cara! É apenas um babaca que nem sabe do que está falando.

      Excluir
    3. -Ok, as forças armadas podem ser usadas em operaçoes civis para a garantia da lei e da ordem. Nessa função, elas ganham poderes de policia por tempo previamente determinado e somente com a autorização do presidente da republica. Ou seja, não foi ilegal a operação.
      -No inicio do seu texto, concordava com o que voce dizia(sobre as falhas do sistema de o superior ser o mais antigo e nao o mais capacitado). Mas depois voce começou a dar uma demonizada. Não duvido que existam pessoas que façam o q vc citou, mas dizer que o regulamento coloca isso como correto está errado...
      -Dizer que o superior pode anotar numeros da mega sena em algum documento seu é muito forçado. Procure no RDE a punição para destrato de documentos oficiais. Nao adianta dizer que por ser superior, ele não vai julgar sua punição: qualquer parte contra um superior é julgado pelo superior a aquele e o acusado é obrigado a dar destino a documentação.
      -Espalhar que voce era gay: Procure no RDE a punição por dissiminar boatos...
      -Fora que a maioria do que voce descreveu pode ser enquadrado como assedio moral. Voce mesmo como militar pode processar o individuo no civil e juizes nao tem a visao de "superior" ou "nao superior".
      - Ao receber uma ordem absurda(como que o soldado engraxe o coturno do oficial, um exemplo tb bem forçado de se dizer que a instituição regulamenta como certo), é só pedir a ordem por escrito e assinada. Caso contrário, voce não é obrigado a cumprir
      -O problema é que muitos(principalmente o pessoal com menos instrução) acham que o superior é deus, mandando e desmandando. Some isso com alguns resquicios de elementos da epoca da ditadura(que continuam a achar que podem tudo) e voce tem uma chuva de abusos de autoridade que nao acaba mais,visto o coronel que usava o recurso do quartel para se promover(Este é um criminoso e nao uma regra de coroneis que comandam unidades).
      -O exercito tem infinitos pontos falhos mas a maior parte dos abusos ocorrem pelo mito formado entorno da propria instituição.
      Enfim, nao sei se você escreveu com a ideia de que "o mais antigo faz o que quer e isto é o que o exercito prevê" por desonestidade intelectual ou por conta do mito alimentado pelo desconhecimento da parte legislativa.

      Excluir
    4. Nunca ví um cara escrever tanta merda e tanta mentira

      Excluir
    5. Sou ex-militar do Exército e posso afirmar categoricamente que 100% do texto supratranscrito é verdadeiro. Parabéns ao escritor. E que se espermeiem os milicos de plantão!!!

      Excluir
    6. Quanta besteira mesmo... Fui sargento do Exército... E nunca houve abusos sem sua devida correção e punição...
      Este texto está mais para um viés ideológico de esquerda... PQP!... A alma demoníaca de Hegel, Marx, Adorno, Immanuel Kant, Gramsci, etc... Atormentam mesmo estas mentes esquerdopatas. Pelo amor... kkkkk

      Excluir
    7. A idiotice é sempre voluntária e irracional, rsrs, não basta citar nomes de autores de esquerda se não faz ideia do que seja a Esquerda, que ridículo. Não sou petralha e nem esquerdista, sou conservador de direita e conheço bem o Exército.

      Excluir
  4. Vai voltar pra ver se comentei as asneiras que você disse? Nossa, como estou com medo! Kkk

    Não vou titar seu comentário, pois não sou militar, por isso, não censuro ninguém. Mas isso não significa que vou ficar calado diante de absurdos como esses que você disse.

    Eu preciso de vergonha na cara, é? Meu nome está aí para qualquer um ver. Eu dou minha cara a tapa e você, quem é? Um anónimo sem nome, identidade e caráter?

    Seja homem, cara! Qualquer idiota pode falar anonimamente.

    Então, essa é a sua forma de falar livremente: ofendendo, xingando e mentindo? Quer inibir a minha liberdade de expressão, é isso? Quer me proibir de falar?

    A Ditadura acabou, então não venha querendo me “enquadrar”, não estou sob suas ordens, a Ditadura acabou, cara! Sou um homem livre em um país livre.

    E aí, vai fazer o quê?

    Além disso, caso saiba ler, verá que não defendo e NUNCA defendi traficantes, são alguns de seus pares lá na Amazônia que fazem isso. As postagens deste blog são a prova de que NÃO defendo o que é errado, por isso, digo essas VERDADES sobre o Exército. Isso te incomoda? Problema seu, cara!

    Vai fazer o quê, hem?

    Me prender? rsrs

    Falar mal de mim pelas costas?

    É isso?

    Ou vai apenas dizer mais idiotices em meu blog, como se fosse criança retardada?

    Você me acusou de defender traficantes, você tem moral e caráter para sustentar essa acusação? É homem para arcar com as consequências de algo tão leviano?

    Então diz seu nome, otário! Não estou sob suas ordens, cara! A Ditadura ACABOU!!!

    Não tenho medo de você e de ninguém.

    Diga seu nome!!!

    O Exército brasileiro é uma piada de mau gosto e você é só mais uma prova disso.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Bill.
    Não esquente a cabeça com este ser.Ele deve ser mais um EXPULSO das forças armadas,por isso, entrou no seu Blog para te perseguir.
    Ele deve saber, que o nosso GENERAL querido esta do nosso lado: e com Ele, ninguém brinca! Sei que você fala a verdade.
    Não deixe que qualquer um que entre na Internet, te iniba sem mostrar a cara. Homem que é homem, fala, mostra a cara, e se possivel da a cara à tapas. Quem fala e se esconde é um verdadeiro covarde, e indigno de respostas.
    O nosso GENERAL esta a nosso favor,SEMPRE.... creia nisso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá, meu amiguinho!
    Li salteamdo o texto, pois não sou muito amiga de ler. Mas deu para comprender perfeitamente sua postagem,que acho de uma coragem brilante, muito bem escrito e explicado.
    Estas elites, não passam de uma minoria social, e pensam que por isso detém algum poder e influência.E é pessoas como vc que os desmacaram e lhes fazem frente.
    Fico triste, de saber que as pessoas não se respeitam , porque há pessoas que dizem a verdade. Somente a verdade!
    Vc é uma pessoa honesta, e não merece ser mal tratado. Não ligue a comentários de pessoas de mau caráter.
    Pela simples razão de não se indentificarem, logo não são ninguém!
    Gostei da forma educada como se defendeu, e não temo por vc. Vc sabe o que escreve, e ninguém lhe vai lhe fazer mal. Deus está consigo, e vai te te proteger destas pessoas sem nome!

    Um grande beijinho, se cuide!

    ResponderExcluir
  7. pow cara vc e um fanfarão eu sou oficial não e mais assim vc não respeita a força do seu pais seu
    superfecivooooo de merda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. superfecivo? O que é isso? Quando seu superior MANDOU você vir aqui dizer merda, poderia pelo menos ter ditado o que dizer, né? Ah é, estamos falando do exército brasileiro, ia dar na mesma.

      Excluir
  8. Meu caro , eu até concordo com as acusações que vc fez contra as forças armadas no passado, mas nós não podemos generalizar dessa forma não pow, pois existem pessoas civilizadas dentro das forças armadas e não merecem um esculaxo como esse não mano,sabemos que a ditadura acabou , mais o comando maior sobre a policia cívil , policia militar e e policia federal é das forças armadas pois as três forças anteriores citadas não são mais militares e ja estão na reserva das forças armadas ( Exercito,Marinha e Aeronautica)

    Graças ao meu bom Deus as forças armadas não possuem mais essa tirania monstruosa que existia, pois se estivesse ainda nem eu estaria nela
    Sou 2ºTenente de Infantaria do 14ºBIMTz e tenho visto isso constantimente, e quais são as punições severas que o militar que abusa de sua autoridade recebe, por isso existe o RDI e o RDE ( Regulamento disciplinar interno e Regulamento disciplinar do Exercito)

    Reveja seu comentário pois se fosse para manospresar as forças armadas pelo passado, então deveria-mos reprimir a IGREJA CATÓlICA pelo seu passado sombrio de venda de indulgência no passado e ainda assim hoje arrasta milhões de fieis.

    ResponderExcluir
  9. Vampiro Tremere,

    Não me refiro ao passado de ditadura, mas ao presente. De fato, existem indivíduos que não se enquadram na descrição que fiz no texto, mas são minoria. Além disso, minha crítica refere-se principalmente ao sistema de castas disfarçado de hierarquia que as Forças Armadas do Brasil adotam.

    É natural você defender esse sistema, pois você é oficial, sangue azul. Mas a realidade é exatamente do modo como descrevi.

    Além disso, o que a Igreja Católica tem a ver com isso?

    Não sou católico, acredito que você também não é, além disso, não estou falando sobre o passado negro e podre do Exército, mas refiro-me ao presente. Enfim, o que a Igreja Católica tem a ver?

    É isso.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. No começo eu até estava, concordando com o autor, mais dpois que vi a repostas que ele deu ao militar percebi que ele não sabe o que esta falando, e são pessoas assim que pensam que estão sendo grandes influencias pra acabar com algum sistema, mais os que estão criando e fortalecendo o sistema, melhor vc pesquisar melhor pra saber do que esta falando amigo, não sou militar e nem quero te inibir, só estou dando uma dica para que vc não passe vergonha falando asneira!

    abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava concordando é? Difícil, heim? Bem capcioso o seu comentário.

      Excluir
  11. bom, se um militar que fala nao pode falar anonimamente, entao vou me identificar, Cap Martins de Engenharia (AMAN), precisa da identidade?041456***-* data de praça?03/02/** TS? O FRh?pos PREC-CP? 06-5489***. bom o Exercito nao tem nada disso, apenas fazemos e cumprimos o que a lei, constituição, regulamentos diciplinares, e tudo que a casa civil, ou seja a presidencia da republica nos ordena a fazer. e outra se era assim nao sei, mas desde quando entrei na EsPCEx nunca vivencia algo como voce falou. sim, temos que respeitar os superiores hierarquicos, e tambem merecer respeito de inferiores, é por isso, que ralamos nas academias, para ter HONRA, que por essa maior tradição que existe o exercito.temos regulamentod (RDE, RDI, R-1, R-2, R-3, R-4, RISG) tudo que fazemos fora tem punição tanto para um soldado quanto para um Gen. Exercito (se quiser saber o q consta nos regulamentos, estao todos na internet, a dispor de qualquer um. entao acho que voce devia, vivenciar um pouco da carreira militar, pra voce ver realmente o que é. que ai fora, ninguem gosta das Forças Armadas, fala que aqui dentro só maltratam, tem muita pressão piscologica(isso é verdade, para ser um bom combatente precisa disso), nunca o EB vai ter a honra que merece, pois tem algum que sai por ai falando coisas que não é, até mesmo militares que deram baixa por nao aguentar, ficam falando essas asneiras. entao pesso, se voce puder vivencie um pouco da carreira militar, mas na pele de um militar, nao como civil que só observa, ta bom? só nao vou colocar perfil, pois nao tenho nenhum, mas se quiser falar comigo responda e pessa meu contato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cap Martins!

      Devo chamá-lo de senhor?

      Serei punido se não fizer isso? rsrs

      Como se VOCÊ tivesse autoridade pra isso.

      Então, diga-me, o Exército cumpre a lei?

      General é punido?

      Em que país você vive?

      No país das maravilhas?

      Está correndo atrás do coelho branco, é isso?

      Não existe honra no Exército.

      Desde quando pode haver honra em um sistema de castas?

      Desde quando regras são seguidas, quando o que vale é a vontade pessoal do superior?

      Você sabe o que é peixada, né?

      Existe honra nisso?

      O Exército é uma instituição falida comandada por gente totalmente despreparada.

      Sei muito bem o que digo, pois estou nesta merda a 13 anos.

      Não gostou?

      Sinto muito, mas isso é problema seu!

      Até!

      Excluir
    2. Como é? Capitão escrevendo "pesso" em vez de "peço"? O nível anda baixo mesmo.

      Excluir
    3. Pois é amigo, e isso ainda não é tudo, pois lhe garanto que o buraco é ainda mais embaixo.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  12. bom Bill, aqui é o Martins novamente. nesse blog sempre a ultima palavra vai ser a sua né? você que fez ele, a sua palavra que permanece não é? pode até ter algum sistema dentro do EB, isso em todo lugar existe. mas apenas quero afirmar que na minha carreira como militar nunca fiz isso e nunca fui vitima disso. então acho que tem 2 exercitos em 1 só. estamos divididos não é? já que militares não tem poder sobre os civis, acho que civis tambem nao devia intrometer com os militares, mas infelizmente vivemos em um país democrático. que toda merda que acontece nesse país começa do mais alto cargo, que é superior a qualquer civil ou militar nesse país, que é a Presidencia da republica. acho que deviamos voltar a Ditadura não é? assim iria ficar mais fácil. até mais. espero trocar mais idéias com você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, concordo, toda merda começa com quem é superior, imagine quando esse superior não pode ser questionado, auditado e está acima do bem e do mal? Que tipo de merda ele pode fazer? Esse é o SEU exército.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Kra sou um atirador de um TG da minha cidade, irei falar a verdade não sei muito ainda sobre meu exercito mas sei de duas coisas q ele não é todas essas merd** que tu disse. existe espíritos de porco? existe! existe laranjas podres? existe! mas não vai ser por isso que tú vai generalizar um todo e a outra coisa que sei é que nunca se esculacha seu exercito, por quê em uma guerra não vai ser você que estará arriscando a vida naquelas trincheira pelo seu pais e por pessoas como você que so sabe criticar e não sabe separar ruim dos bons!
    sou Atirador 125 Ibiapina e com muito orgulho sirvo ao exercito brasileiro através do TG 10-011 Sobral-CE turma 2012!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, jovem!

      Respeito sua admiração pelo exército e principalmente por se orgulhar em servir seu país.

      Em uma guerra, eu estaria lá defendendo o meu país também, com certeza. Caso não seja convocado, com prazer seria voluntário.

      A questão é a seguinte: lutar pelo país é patriótico, mas isso não significa que a instituição responsável por defender o país seja patriota. A ditadura militar provou isso.

      Reconheço que existem militares bons, competentes e honrados, mas lhe garanto, NÃO são maioria. Você mesmo disse que não conhece bem o seu exército, pois é amigo, eu CONHEÇO, pois estou aqui há 14 anos. Então, quando critico o exército, não estou generalizando, estou apenas mostrando os fatos, só isso.

      Todo país precisa de Forças Armadas, não quero que minhas críticas demonstrem que sou contra a defesa do país, muito contrário, quero apenas deixar claro que NÃO temos defesa em nosso país, esse é o problema. Nossos homens não são devidamente treinados durante a carreira, não há sistema de reciclagem eficiente. É possível um sargento ou oficial receber treinamento durante seu curso de formação e NUNCA mais realizar qualquer treinamento durante toda a sua carreira.

      Os EUA estiveram no Haiti por breve período durante a ocupação brasileira, assim que chegaram, montaram, equiparam e deixaram uma base totalmente operacional em apenas 24 horas. O Brasil levou 6 MESES pra fazer a mesma coisa. Isso nada tem a ver com equipamento de ponta, basta treinamento. Os militares brasileiros não sabiam o que tinha que fazer.

      Nós NÃO TEMOS defesa.

      Não adianta gastar bilhões em armamento e equipamento, se não há pessoal qualificado para manuseá-los.

      Nossos militares, quando estiveram na segunda guerra, precisaram ser treinados pelos americanos antes de entrarem em combate, pois não tinham treinamento algum.

      ISSO é o nosso exército.

      Excluir
    2. entao porque nao usa o bisturi de verdade' MESA DE CIRUGIA (PAREDA0},anestesia (balas de fuzil ar 15,fal etc, em vez de usar remedio de SUS(DIREITOS HUMANOS). CORTAR O MAL PELA RAIZ !!!!!! ja passou da hora os presidios,e prisoes domiciliares, virarao SPAR.,estao superlotados!!!!

      Excluir
    3. A idiotice é tão grande, mas tão grande, que o povo pensa que apenas o fato de criticar o exercito já me torna esquerdista. Sou conservador de direita, mas NÃO apoio o Exército, apena isso. Se eu fosse esquerdista, então iria defender o bolsa família, casamento gay, aborto, doutrinamento nas escolas, ideologia de gêneros e etc. ONDE defendo essas coisas? ONDE??

      Excluir
  15. É eu sei disso pensador, mas acho que você deve saber que algum tempo atras veio um grupo de oficiais do exército americano(que por ventura participaram da ocupação do Iraque) para participar do treinamento de sobrevivência do nosso exercito, pensador quando terminou o trenamento eles estavam uns cacos e disseram que o trenamento aqui é bem+ rigoroso. Sobre o Haiti você ta bem deve saber que o exercito +eficiente la é o nosso exército, outra coisa o exercito americano não é tão preparado assim, um soldado que se alista ele recebi um ano de treinamento e depois era mandado para o combate, diferente do nosso exército que recebi de 3 anos pra cima. Então mim diga pensador qual o exército +bem preparado? obs:tenho que admitir, nosso exército é muito precário em armamento e nisso os outros países podem ganhar, mas ta bem temos nosso pontos fortes, eu entendo o seu lado pensador mas na historia que o senhor repassou para nós leitores que so existe laranjas podres nos nosso exército. Ha e a ditadura virou historia no nosso pais pensador, ela virou historia e sim existe muitas laranjas podres, como em qualquer lugar, mas mesmo assim não condeno meu pelotão, tropa ou batalhão por quê ali eles representão toda a defesa de um pais. Então seja + patriótico não condene um todo e sim apenas as laranjas podres, como você mesmo disse tem homens honestos no meio que ta bem vestem a mesma farda e representam a mesma instituição!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo vc não conhece exército de verdade Tiro de Guerra n chega nem perto de um quartel! sinto mto mais vc esta falando sobrealgo que vc n conhece

      Excluir
    2. Huuuum brigado por mim informar emerson, você tem toda razão, mas mim diga ai quantos anos você tem mesmo de quartel? obs: Não posso ter muito tempo de quartel mas sei que o EB não é toda essas merdas ai. Ha responda outra coisa, então o EB não tem nada de bom?

      Excluir
    3. 8 anos de serviço com duas missões de paz na carcaça amigo e exército é bom sim! o que faz ele ruim são oficiais mente fexada que trabalha la dentro... se pesquisar um pouco verá que a insatisfação e desmotivação é grande! tem gente de carreira pedindo baixa... Infelizmente é um regulamento injusto com mentalidades que foram forjadas em cima disso.. Sou contra a idéia imposta de quem não esta satisfeito vai embora, frase dita por quem é beneficiado pelo sistema cara, sou um que quero mudar e fazer a diferença nessa porra! só preciso de uma oportunidade

      Excluir
  16. AT 125 IbiapinaMar 22, 2012 05:29 PM
    É eu sei disso pensador, mas acho que você deve saber que algum tempo atras veio um grupo de oficiais do exército americano(que por ventura participaram da ocupação do Iraque) para participar do treinamento de sobrevivência do nosso exercito, pensador quando terminou o trenamento eles estavam uns cacos e disseram que o trenamento aqui é bem+ rigoroso. Sobre o Haiti você ta bem deve saber que o exercito +eficiente la é o nosso exército, outra coisa o exercito americano não é tão preparado assim, um soldado que se alista ele recebi um ano de treinamento e depois era mandado para o combate, diferente do nosso exército que recebi de 3 anos pra cima. Então mim diga pensador qual o exército +bem preparado? obs:tenho que admitir, nosso exército é muito precário em armamento e nisso os outros países podem ganhar, mas ta bem temos nosso pontos fortes, eu entendo o seu lado pensador mas na historia que o senhor repassou para nós leitores que so existe laranjas podres nos nosso exército. Ha e a ditadura virou historia no nosso pais pensador, ela virou historia e sim existe muitas laranjas podres, como em qualquer lugar, mas mesmo assim não condeno meu pelotão, tropa ou batalhão por quê ali eles representão toda a defesa de um pais. Então seja + patriótico não condene um todo e sim apenas as laranjas podres, como você mesmo disse tem homens honestos no meio que ta bem vestem a mesma farda e representam a mesma instituição!

    ResponderExcluir
  17. O treinamento de nossos soldados é de três meses, amigo. Eu trabalho em um quartel do exército a muitos anos, é isso que vejo. Não questiono o patriotismo de quem está no Haiti ou em qualquer outro lugar, mas questiono a instituição e seu sistema de castas disfarçado de hierarquia. É isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho algumas dúvidas é preciso de seu conhecimento no assunto, aguardo resposta eltonrocha72@hotmail.com

      Excluir
    2. Apenas li as verdades das entre linhas do exército.

      Excluir
  18. É eu sei pensador, eu sei muito bem disso mas nas missõe de paz que pais é utilizado para isso? Por quê nelas o Brasil é o +citado e possui os melhor desempenho nisso? Por quê no nosso terinamento os americanos quase pediram pra sair? pois é né pensador...
    Como você já sabe se o exercito não possuir seus dois pilares centrais(diciplina e hierarquia) seja qualquer um ele caie, eu não posso querer mim basear pela uma patente +alta ja que por que existe um regulamento para cada um, então uma punição especifica para ta bem o mesmo, mas percebi pensador que você relembra muito a ditadura militar, mas pensador não sei se você sabe que a ditadura so iniciou através das preses politicas e populacional,ai sim o exercito tomou poder e tentou botar ondem no circo que era e é hoje o nosso país. Pensador você tem filhos? se eles se danam você so fala mansinho ou toma uma atitude +firme? Eu sei que as atitudes que o exercito tomou em alguns pontos pode ter sido +agressivo mas você viu o que ele tinham que ser +agressivos, pessoas que queriam por que queriam impor o socialismo no brasil, até ai tudo bem, mas quando eles usavam ta bem da força pra tentar manter o plano. iai em pensador como você acha que o exercito devia se comportar? obs:como vc acha que esses movimentos conseguiam armas e munições? por doação? é acho que não né pensador, pois é, outra coisa como você se sentiria se alguem machucaçe ou até chegaçe a matar algum familiar seu? você iria agir de boa? sim agimos com força e até em alguns pontos com crueldade mas era preciso ou se não possivelmente o brasil estaria muito parecido com cuba. Sobre as castas temos que ter isso para podermos diferenciar quem é quem, por exemplo seu filho fala um palavrão, você bate nele e o deixa de castigo, logo depois você também acaba falando um palavrão. iai o seu filho tem que também le da umas chineladas e le deixar de castigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o seu exército: http://marcosteacher.blogspot.com.br/2011/10/exercito-brasileiro-corrupto.html

      Excluir
    2. Atirador... Vc não esta falando sobre exército kra! para de flar sobre oq vc n conhece meu amigo!! Tg n é exército kra para de se iludir poem o pé em um quartel e se submeta a tira um serviço de guarda ao quartel e no outro dia depois de 24 hrs cumprir um expediente zumba sem ganhar nenhum tipo de auxilio e nem hora extra... Vc n leu né? fala a verdade o Cristian só é contra o sistema de castas no qual EU e mtos outros militares principalmente Cabos e soldados somos submetidos kra... Por causa de pessoas como vc q eu sou escravisado.. diferente de mtos eu n acredito q a solução seja virar as costas e sair da instituição pq eu realmente gosto do q faço, temos credibilidade perante algumas pessoas da população! Mais infelizmente o Cristian ta certo existe uma frase entre os plebeus(praças) o exército é dos oficiais..

      Excluir
    3. Algum oficial deve ter mandado ele dizer essas coisas (isso se ele próprio não fou um).

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Opa fui descoberto. kkkkkkkkkkkkkkkk. Essa foi boa pensador. kkkkkkkkkkkk. Mas gostei do “(isso se ele próprio não fou um)“. hehehe. Mas vamos la eu sei sobre os sistemas dos batalhões, sei que é puxado não tiro seus creditos e nem nada disso mas você mesmo ou senhor(não sei o seu cargo) acha que o exército tem algo de bom? Pois se o senhor lê com atenção tudo que o pensador disse, ele não cita nem uma virgula de bom. Sou um praça igual ao senhor claro não sou um de primeira categoria mas também sou um milico e ninguém pode negar isso, hoje sou CB, hoje posso ser nada mas nunca se sabe o amanhã. Se o senhor acha que o exercito é dos oficiais, então lute pra ser um e faça a diferença.

      Excluir
  19. Um é né, mas pensador eu não vi ele citar os 287mil combatentes não, apenas 25 oficiais e não acho que isso tudo é o exército não pensador. Sério pensador no começo você veio com uma historia forte que o nosso exército não era preparado e ficou apoiando o americano, mostrei que o americano apanhou em nossas mãos e como eramos eficazes com a operação de paz, ai você citou o sistema de castas e eu rebate, agora vem se apoiar na corrupção mas você não olhou o que o nosso exército fez? Pensador é sua opinião não tenho o que contestar mas você não estar fazendo só os seus pensamentos e sim formando o de outras pessoas, Pensador se informe das coisas melhor antes, mostre todos os lados e não apenas só um como se fosse o verídico, explico melhor por que um general não é punido igualmente como um soldado ou apenas diga que não sabe e você citou ai sobre corrupção que roubaram 15milhões correto? Então que tal isso a que:
    http://clubecetico.org/forum/index.php?topic=26488.0

    http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?start=1&tid=5738533257627766820&cmm=4249&hl=pt-BR

    http://www.cofemac.com.br/index.php/content/section/5/index.php?option=com_content&view=article&id=5407%3Aexercito-termina-reforma-de-aeroporto-e-ainda-devolve-r-150-milhoes-que-foi-economizado-na-obra&catid=110%3Abrasil&Itemid=36

    ResponderExcluir
  20. obs: não é que estou escondendo sobre a corrupção ai citada mas sim estou é olhando o que esse exército fez pela o Brasil e que continua fazendo, a corrupção existe em qualquer lugar mas não podemos so jugar a instituição pelo o que um grupo fez. obs 2: até agora não vi você citar nenhuma qualidade do nosso exercito BOA NOITE e pense melhor sobre isso... PÁTRIA BRASIL!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou patriota, por isso escrevi isso tudo. Como uma instituição mal administrada, mal preparada pode defender nosso país? No exército não se aprende a amar a pátria, se aprende a amar ao exército, como se o exército fosse uma coisa e o povo brasileiro fosse outra. A pátria é o povo. Sua família, minha família é que formam a pátria. Nossa cultura, reservas naturais e etc. Isso tudo pertence ao povo, pertence à pátria. A função do exército é defender isso tudo e não endeusar a si mesmo, idolatrar-se. É isso.

      Excluir
    2. mas Pensador eu falei foi que você não via nada que o nosso exército fez, você so viu algumas coisas que alguns praças e oficiais fizeram, e que você tava fugindo do assunto... Pensador na boa, você tem um trauma muito grande com o exército, o porquê não sei, mas não jugue todos por sua raiva. ha você verificou sobre o que le disse, que o que existiu foi o movimento sócio militar? que a "ditadura" foi pra colocar ordem nesse pais e se o exército não tivesse tomado o controle o que teria acontecido? é so vemos o que queremos, você não citou nada o que nosso exército fez de bom(que você encontra é de ruma pela internet)... mas tudo bem Pensador.

      Excluir
    3. O erro da Ditadura Militar não foi o Golpe, necessariamente. Concordo que o socialismo seria pior. O problema foi o Exército ter continuado no poder, ao invés de convocar eleições como mandava a Constituição. Aí o exército instalou uma ditadura tão pérfida quanto teria sido a ditadura comunista. Os militares não admitem, mas a corrupção desvairada que vivemos hoje teve sua origem no governo militar.

      É isso.

      Excluir
    4. Eita essa foi DE MAIS pensador, a corrupção de hoje teve origem no governo militar? Bom saber, então mim diga. por quê o Exército é umas das instituições +séria que temos? por que ele não aproveita essas obras que faz pra embolsar?(eu sei que você vai mostrar aquela noticia novamente da investigação que estar rolando sobre o general, mas mostre outras noticias pensador, tipo oque o exercito estar fazendo de bom e ruim e os eleitores poderam pesar) Vou le dizer por quer tivemos que ficar no poder, nós do Exército sempre tentamos cumprir com perfeição as missões que é nós dada. como que agente tira o poder de um presidente pra colocar a paz e a ordem, e logo depois entregamos o poder pra outro sujo? Pensador por gentileza verifique ai de todos os comandantes que estavam no poder entre o periodo militar, quantos sairam com o bolso cheio de dinheiro, quantos são milhonarios? verifique pensador... Mas agora veja ai, quantos vereadores(estou colocando o +baixo) acabou de começar seu mandato e ja estar com uma hilux nova? É pensador dificil de acreditar né mas pelo geito o Exército não agiu assim errado como você diz tanto. Como eu ja disse pensador, mostre todos os lados... Ha isso pra todos os eleitores aqui do blog, perguntem para seus avôs, pais ou pessoas que viveram no periodo, que vivenciaram tudo isso e perguntem o que aconteceu mesmo. eles viviam com medo? tinham que viver escondido? ja foram espancados alguma vez? ai vamos vê pensador o que os eleitores podem vir a dizer.

      Excluir
    5. É impossível um diálogo racional contigo.

      Você não está interessado na verdade, mas em apenas justificar o exército.

      Você apenas escolheu em que acreditar, sem se importar com evidências.

      Como todo militar, considera a crítica como pecado, é proibido discordar, é proibido pensar diferente. Por acaso o exército é uma instituição divina e aprova de erros?

      Pelo menos nos dias hoje apenas tapam os olhos e os ouvidos para as críticas, em tempos passados eu estaria "desaparecido", não é? rsrs.

      As críticas servem para melhorar, amigo, e não para destruir. Se todas as falhas que eu apontei fossem corrigidas, o exército seria uma instituição melhor e não pior. Por que perpetuar essa mentalidade presa no passado e não evoluir?

      Qual o problema em evoluir?

      Tudo evolui, o mundo evolui, as pessoas evoluem.

      Por que o mesmo não pode ocorrer com o exército.

      O exército não é uma instituição admirada, quem lhe disse isso mentiu.

      Tudo no exército é sigiloso, a imprensa não pode entrar nos quartéis.

      Por que é assim?

      Quem não deve, não teme.

      Não vou mais responder seus comentários, é impossível um diálogo frutífero contigo. Sua mente é muito fechada, está mais interessado em um discurso inútil do que em promover entendimento.

      Militar típico, enfim.

      A propósito, meu blog não é apenas pra falar do exército, aliás, raramente falo nele, por que não dá uma olhada pelo blog? Talvez sua visita se torne mais produtiva.

      É isso.

      Excluir
    6. kkkkkkkkkkkk. Eu ja imaginava cara, mas pera ai se você diz que não é possivel um dialogo racional comigo, então com você alguem pode ter? cara na boa se eu sou militar tipico você é o que? um pesador cabeça aberta? pra termos um pensamento, temos q ter um ponto luz ou melhor informações e você se informou bem desse assunto? pois todos os pontos que eu tocava você sempre mudava o foco, antes eram as castas, depois foi a preparação do exército... ai depois foi o que? ha certo a corrupção(coisa que não neguei, mas você generalizou), mostrei que nosso exército era tbm muito responsavel, mas você não cedeu em nenhum momento e eu que sou cabeça fechada? tem certeza parceiro? sim tbm não recuei, mas pelo- eu tinha argumentos e não mim escondia apenas em coisas que perderam a veracidade com o tempo. obs:le passei um monte de links falando sobre o movimento(todos eram de historiadores e não eram militares). diferente como você acha que so queria promover minhas ideias, não era diferente de você que pela raiva da instituição queria mudar o pensamento fde meia duzia. ha sobre a imprensa dentro do quartel, mim diga ai, qual quartel do mundo deixa a imprensa entrar em suas instalações? deixa mostrar como toda é? mim DIGA que quartel faz isso? você disse que trabalha a 14anos em um quartel que existe algo chamada segurança? ein? que segurança teria se eu desse a planta da minha casa para um bandido ein? existiria muro que segurasse o bandido? cara essa foi D+ mesmo viu... ha se você perceber comentei tudo que você falou, diferente do que você fazia né, porque será né que você fazia isso? cara se você é tão cabeça assim porque você deixa essa raiva que tem pela instituição mecher com suas ideias e le deixar cego sobre as coisas boas do exercito? ha sobre eu não comentar sobre as outras coisas, é porque sou milico e tudo sobre esse mundo mim chama atenção, mas ja dei viu uma olhada pelo seu blog... ha e tornar uma conversa mais produtiva é so aceitar o que você diz? deve ser so isso viu. falou pensador e boa sorte nesses seus "PENSAMENTOS".

      Excluir
    7. Você não rebateu meus argumentos e apenas apresentou argumentos infantis. Acredite no que quiser, no seu caso, não é uma questão de evidências, mas de escolha, você apenas escolheu pensar assim. Quando entrei no exército, eu acreditava no exército, tenho parentes militares e sempre admirei o exército até conhecê-lo por dentro e ver a podridão que é. Eu vi as evidências, por isso, mudei meu conceito. Não sou bitolado, e sou livre. Coisas assim você não pode entender.

      Excluir
    8. Brito o que foi escrito foi a mais bela representação da verdade nas entre linhas do exército, lá o regulamento só serve para as praças inferiores cb/sd, oficial se acha deus e sgt são os que fazem os serviços dos oficiais pois a autoridade incompetente, não sabe mais que assinar papéis e os cmt de cias são totalmente dependentes das SGTE, cb/sd são tratados igual lixo e oficiais são deuses, Brito agradeço pela verdade que você colocou aqui, acho engraçado um temporário manipulado defendendo o sistema, deve ser muito alienado para não enxergar a verdade na cara.

      Excluir
  21. o meu amigo sou acadêmico de historia,o que voçê falou em época de ditadura eu concordo ,mais a disciplina e hierarquia sempre vão existir no nosso meio,hoje a ditadura militar acabou dando espaço para a ditadura partidária,onde que tiver a maioria no congresso ou no senado manda ,e o povo não fas nada só fala.. e só olhar para saúde ,educação,e renda ,os militares errarão sim ,os civis continuam errando,vai voçê falar mau de políticos sem ter prova com sua liberdade de expressão e ve o que da ..o que o colega falou da igreja católica é o seguinte ,na idade media tinha o tribunal da santa equissição ,quem fosse contra as léis da igreja eram punidos com confisco de bens,e ate a morte na fogueira por bruxaria ,ao meu ver a forças armadas continua errando no fato de ficar colocando civil em seu sistema administrativo que não tem a visão do que é a pátria,é mesma coisa que cachorro correndo atras de carro ,o carro para e o cachorro não sabe o que fazer,desculpe se te contrariei ,eu sei a sua revolta de te taxado de gay,mais essa coisa só mudam com um pensamento positivista das coisa ,grato pelo espaço dado fique com deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, na boa, o que Congresso ou igreja tem a ver com o que eu escrevi? Eu sei da baderna na política brasileira e sei sobre a inquisição. Mas não estou falando disso, estou falando sobre um sistema de castas perverso dentro do exército, é disso que estou falando.

      Excluir
  22. Cara vc é comunista, em determinado pedaço vc fala sobre as pessoas que sabiam desses "podres" sobre o Exército, e mostra uma foto onde aparecem "COMUNISTAS BARDENEIROS" pixando a frase " Abaixo a DITADURA" meu pai viveu nessa época e é com pesar que ele fala que o regime acabou, ngm da minha família nunca tomou um "safganão" se quer de um militar, polícia o Eército. E concordo com o que o Atirador 125 disse, vc não sabe diferenciar ruins de bons.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou, nunca fui e jamais serei comunista. Ou você é militar ou tem parente militar, só pode. Até parece religioso fanático falando, do tipo xiita. Percebo que você não entendeu nada do que foi escrito. Militar típico.

      Excluir
  23. ae mano, li tudin que voce disse.. Mas na boa, nao to de acordo com voce cara! Deveria saber mais sobre o exercito antes de falar! tenho 14 Anos, desde os 9 Leio Artigos militares, Mas nunca vi tanta Hipocrisia cara, Primeiro, Nao venha envolver Deus nisso, se tem um lema no Exercito bem respeitado é " Brasil Acima de Tudo, Abaixo so de Deus" todos creem, Religiao nao tem nada a ver com isso, pq se voce ta numa guerra, voce vai confiar no Soldado ao seu lado, e tenho certeza que nao vai se importar com sua cor, raça ou Religiao! e outra coisa, Me diz ai, Quem Salvou o brasil da Humilhação que poderia ser a Derrota na Guerra do Paraguai, Me diz ai os Mortos que morreram pra salvar sua nação, Eles merecem ouvir isso cara? Me polpe mano, Me diz ai.. quem Deixou sua familia pra ir ajudar a população brasileira nas enchentes, deslizamentos, Me Diz ai cara.. quem Subio a merda do Complexo do Alemão para Matar trafikantes que poderiam ta vendendo maconha pros seus filhos! ae , Treinamento de 3meses? Nao tenho Culpa se voce Entrou pelo serviço obrigatorio ou Por Alistamento, Mas as pessoas que passaram 5 Anos (Expcex-AMan) (essa-Aman) ou qualquer Escola militar .. que passaram 5 anos em treinamento constrante, sairam jovens de casa, para que seguissem seu sonhos, Nao merecem Ouvir isso de voce! E Sobre o primeiro comentario, qual diz que o filho teve um capacete atirado na Boca, quem vai pro exercito tem conciencia do q vai encontar, "treinamento dificil, combate FAcil" E nenhum Militar de Vdd Tem vontade de Enfrentar Seu capitão, pq sabe, que akilo vai fazer ele mais forte, Desculpe-me dizer, mas é um fanfarrão! voce Pode Postar sobre isso, sua opniao.. Mas seu direito acaba quando voce invade o do outro cara! Se lig nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garoto, não viaja. O que você tem de idade eu tenho de vida dentro do exército. Aprendeu sobre o exército lendo artigos militares, é isso? Ou seja, viu apenas o exército falando do próprio exército? Por tudo que escreveu, dá pra ver que nada entende sobre o assunto. Seu pai é militar? Foi ele que mandou você escrever isso tudo? rsrs.

      Excluir
    2. Garoto vc nada sabe!! eu sou militar da ativa é por causa desse seu pensamento tosco sobre serviço obrigatório q mtos militares temporários passam humilhação e sofrem de assédio moral por ai em mtos quartéis pelo Brasil! Christian o problema é mtoo mais sério kra! Pois a população não tem consciência do que passamos dentro dos quartéis! E isso vira um ciclo vicioso sem fim por causa daquela velha frase dos nossos superiores "não esta satisfeito? pede 150" no Btl q eu sirvo o comandante esta negando os pedidos de 150 pq 70% do btl esta pedindo... E ele faz oq quer no Btl. Eu como militar da ativa n posso nem sequer expressar isso pois serei repreendido por denegri a imagem do exército pois somos submetidos a cumprir aquele regulamento imundo q só beneficia os mais fortes!... Menininho de 14 anos vc só falou merda! se tem alguém desrespeitando alguém aqui é vc! que esta "cagando" para militares como o de logo abaixo q ja foi pro Haiti, Rio de Janeiro e etc e é tratado como escravo em algum Quartél tirando serviço na 24 por 24 deixando de ira pra casa ver sua familia nos fins de semana e etc... O Cristian hora faltou com respeito com o seu papai oficial! Ele é contra o regulamento que apoia o sistema de castas do exército! Onde os comandantes usam da tropa para beneficius próprios como um amigo comentou logo abaixo! e acredite eu sei q isso acontece muito! Pq eu n leio histórias e nem sou Oficial eu faço parte da casta dos Dalitis negão.. no meu regulamento só tem um artigo onde esta escrito "Você tem direito de não ter direito"

      Excluir
    3. "Você tem direito de não ter direito".

      Infelizmente é assim mesmo.

      Obrigado pelo comentário.

      Excluir
  24. Concordo com o garoto acima, e ainda não acredito que perdeu seu tempo escrevendo isso... Qualquer generalização é errada!Você não deveria culpar muitos pelo erro de poucos! Se liga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Generalização? Eu mostrei fatos, fatos que são proibidos e escondidos. Entretanto, apesar das proibições e perseguições, existe liberdade hoje em dia, liberdade para pensar por si e se defender contra injustiças sem correr o risco de ir preso acusado de subversivo. A igualdade prevista no artigo 5º de nossa Constituição é sumariamente ignorada nos quarteis. Vive-se um apartheid bem ao estilo sul-africano, ou seja, um preconceito institucionalizado previsto inclusive em Estatuto.

      Excluir
  25. Opa fernanda, Obrigado ae.. Mas, esse povo que perde o tempo criticando o Exercito.. é pq nao sabem de sua ultilidade, ta ai.. Paraguai foi retirado do Mercosul, apos o Golpe de Estado, Quero ver se eles Se revoltarem com o Brasil, pra quem nao sabe, a usina de Itaipu Abastesse 17% do Brasil, e se nao tiver exercito pra ir la.. Vai fikar sem luz? Pensa CAra.. ae.. quem quizer.. add http://www.facebook.com/profile.php?id=100003175566099&ref=tn_tnmn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viajou guri. Nem vou comentar, não vale a pena.

      Excluir
  26. Respostas
    1. Olá, Emerson!

      Até que enfim um militar com consciência, finalmente alguém que pensa com a própria cabeça.

      Obrigado pela visita.

      Excluir
  27. Muita gente com pouco conhecimento sobre o dia dia dos quarteis falando nesta página.
    Primeiro vi ali um atirador do TG. O que esse merda de atirador sabe sobre o exército ?
    EXÉRCITO BRASILEIRO O ATIRADOR NÃO TIRO DE GUERRA , VAI COLOCAR SUA GANDOLA PRA DENTRO E COLOCAR SEUS CADARÇOS BRANCOS EM SEUS COTURNOS VAI ... OU ENTÃO VAI PRA CAMPANHA DO AGASALHO.
    Depois um bostinha de 14 anos que ainda não tem nem pelo no saco dizendo que lê desde os 9 anos ARTIGOS MILITARES . ¬¬ . VAI ERGUER PIPA FILHOO, VAI VER BOB ESPONJAA, JOGAR PLAYSTATION ...
    INVENTA ALGO PRA FAZER


    SOU MILITAR DA ATIVA, SOU PÉ PRETO, HAITI EM 2005 , FORÇA DE PACIICAÇÃO EM 2011 PENHA, 2012 ALEMÃO, CAÇADOR, GLO.

    O EXERCITO É IGUAL A PM DO RIO
    TEM QUE ACABARRR , vo meter o pé na baixaa, vem ni mimmmmmmmmmmm art 150
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, amigo!

      Desejo a você boa sorte em sua nova fase de vida fora do exército.

      Felicidades e que Deus o abençoe.

      Excluir
    2. Deixa eu vê aqui essa indireta foi pra mim... é... Ha certo você não se indentificou né, mas tudo bem vamos começar. Não sou mais atirador e sim CB, e se você é pé preto por quê falou sobre cadaço branco, se eu não mim engano(claro por ser so um soldadinho de TG) os cadaços brancos não são em cerimônias não? Mas claro não é que quero contestar seu conhecimento avançado sobre o exército, ha outra coisa a Força de pacificação alemão não foi em 2011 não? Caro quem usa do anônimato pode dizer oque quizer, é e você ou melhor o senhor sabe bem oque o exército acha de quem usa esse artificio de criança né. Olhe senhor sei la o que... ha sei... senhor fanfarrão, pra ser milico não precisa ser so pela patente, quartel ou tipo de farda. O sangue verde oliva vem de dentro e pode ter certeza que o teu não é nem um pingo, sou MILITAR e ninguem pode provar o contrario mas se você diz que possa provar então venha até aqui e diga senhor... fanfarrão. obs:Kara tu é de um BC e como muitos soldadados de BC se acham melhor que soldados de TG, e gênio não é tu que ta saindo do exército e sim o exercito que esta dando um pé nessa tua carcaça que não serve nem pra ser peso de papel. Ha e sobre a citação ai do haiti, prove isso viu, prove. obs2:qualquer cidadão que esteja servindo em alguma OM, é da ativa viu.

      Excluir
    3. seessa atirador, você não sabe nada cara pouts para de achar que sabe!!

      Excluir
  28. Esaa porra msm!! O que me dizem de um batalhão onde ja teve escala pra soldados fazerem faxina em escola PARTICULAR!! E que a banda de musica toca em aniversário de pessoas q n tem vinculo com o exército... estranho né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amigo! Infelizmente é assim mesmo.

      Tem quartel por aí que funciona como quintal particular de certos comandantes.

      Obrigado pelo comentário.

      Excluir
  29. Se um militar mais antigo dá uma ordem para um subordinado e acontece alguma merda por causa da ordem, a responsabilidade é de quem deu a ordem, seu texto está todo embasado em um argumento que tá furado.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso não é verdade, "Anônimo". O mais antigo só é responsabilizado se o subordinado em questão for "peixe" de outro ainda mais antigo. Na maioria dos casos, o "superior" NUNCA responde por nada.

      Seu argumento, além de furado, está fora da realidade.

      Excluir
    2. O subordinado é culpado pelo seguinte fato que dizem que ele pode decidir se é ordem absurda e pedir por escrito, a ordem só que nisso ja é perseguido dai, igual que mandou os soldados a colocarem bandeiras a 10 metros de alturas e nao tem equipamentos de proteção apenas escadas, como a NR 35 diz a partir de 2 metros linha de vida cinto A2 trava quedas talabarte entre outros, só pelo fato de você pedir a ordem escrita eles te perseguem, agora se você preferir ignorar e alguém se machucar iram usar de artifício que você deveria saber tirando o peso da ignorância do oficial que são super protegidos, é uma rua de duas faixas aonde ambas são na contra mão (esse exemplo que dei foi situação real que acontece aqui).

      Excluir
  30. Boa noite Pensador.
    Você pode ser contra o Exército, mas precisa falar das coisas certas. O que eu vi você falando é de falhas pessoais, e de qualquer instituição... Corrupção, autoritarismo, assédio moral.. Não vem.. Nas forças armadas não acontece nem 10% do que acontece na rua.. Um tenetne não te expulsa de uma força assim.. tem burocracia, direitos etc.. Um gerente de loja, um chefe, um executivo, um patrão.. putz.. acho que por ser militar ainda, não sabe a real situação de um funcionário de empresas.. Pow.. falar de castas foi forçassão de barra.. não é casta, é hierarquia militar e como em qualquer emprego superioridade do chefe, como escrevi acima, na rua é pior. MUIOTO PIOR. Bom falando do EB, não sou militar, apenas servi ao Exército no ano de 97. Passei maus bocados etc. Mas aprendi que, como soldado, sou uma peça fundamental da segurança do meu país, ou seja, meu povo, minha casa e minha família. Dizem que as nossas tropas são obsoletas, ultrapassadas, e sem treinamento. É caso então de treinar mais, investir mais e não de ofender a instituição e seus militares. O fato é que é uma instituição necessária. Eu era presidente de grêmio no colégio público, achava que milico era autoritário e babaca comos alguns acham... O que vi foi, uma estrutura firme, que me treinou a não "ceder a vontades" pois em caso de combate não poderemos vencê-las, me ensinou que aguento estresses físico e mental mais do que eu acreditava. Vi também militares muito escrotos, que gostavam de ferrar recrutas, como chefes que também humilham funcionários, percebi que alguns militares apenas levavam à sério demais o treinamento, as ofensas e punições.. Tive um sargento que fazia a gente pagar muito, pagar é fazer exercícios físicos ao cansaço extremo para punir uma atitude "errada" do soldado, mas este mesmo SGT ao perceber que um SD não sabia ler, puniu o resto da tropa com os "pagamentos" por rirmos dele e obrigou o SD a ficar todo dia até mais tarde para enciná-lo à ler e escrever. Ví SD tendo que pegar o cuspe que cuspiu no chão para aprender a não fazer mais. Lá "aprendemos" a ter educação, a amar a Nação, um pouco de lavagem cerebral necessária para levar jovens de 20 anos ao combate. Um mal necessário não acha? Somos o espelho de uma instituição que tem que ser um exemplo para a Nação. Soldado, não coça saco, não cospe no chão e não fala palavrão. Tive um tenetne que avisava que se ele visse SD sentado no ônibus enquanto uma mulher, idoso ou deficiente ficasse em pé, ele nos prenderia no quartel. Outro tenente "ensinou" que o soldado ao caminhar nas calçadas das ruas, deveria sempre estar entre os veículos e os acompanhantes, sejam mulheres, crianças ou idosos. O soldado, como exemplo de ser humano é que deveria correr perigo.

    A função das forças armadas brasileiras, como você sabe, é garantir a ordem, a soberania e a constituição do Brasil. Certamente uma instituição tem problemas, ainda mais uma que tem como função, ir à guerra. Imagina se precisássemos pedir voluntários para combater. Não teria como. Infelizmente se tem que agir com hierarquia e rigidez.. dentro da lei, quem se sentir lesado, tente justiça. Sei da hierarquia, nada de diferente do mundo civil como disse antes.

    Se acha que o Exército tem comandantes despreparados, estude, faça as provas e vire um oficial preparado e mude o comando. Não sei se vc tem idade ainda, mas podia tentar. Não fale que não deixariam, de castas e etc.. Faça sua parte e tente mudar. Pode também, trocar de "emprego" já que mostra tanto desprezo pela instituição que "trabalha".
    Todos os temas que abordou, não são culpa do exército, e sim de uma cultura da sociedade... Corrupção, maus tratos, politicagem, peixada.. tem em todo lugar.

    Um abraço, tentei ao máximo não escrever emocionado e sem ofenças.

    Otavio
    Sd Janin
    21 GAC 1ª BIA de OBUZES
    1997

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Janin!

      Você serviu por apenas um ano há 15 anos, recentemente completei 14 anos ininterruptos no exército. Garanto, sei o que falo e não estou sendo leviano, apenas realista. Concordo que há certas coisas que dependem do caráter humano, entretanto, outras não. Autoritarismo e assédio moral, no caso do exército, são aspectos previstos em estatuto, ou seja, fazem parte do sistema. Como sabemos, o poder corrompe, por isso, os maus hábitos que a instituição adota favorece e encobre a corrupção. Não há auditoria no exército, não há investigação, e quando ocorrem, são eles mesmos que fazem, entende?

      Mudando de assunto, no exército, por ser a espada que defende nosso país, a pressão psicológica faz parte do fortalecimento de um combatente preparado para a guerra, então faz sentido esse tipo de pressão em cursos de formação ou de reciclagem (caso houvesse reciclagem), mas conviver com humilhação e segregação diariamente e ficar sujeito a caprichos pessoais de superiores mal formados em ambiente administrativo no dia-a-dia sob a desculpa de que militarismo “tem que ser assim”, é conversa fiada. Eu não sou militar, sou servidor público civil, mas se fosse, estaria preso sem julgamento (como é o costume), pois pensar por contra própria e questionar o sistema é considerado crime militar. Mas nem sempre estive aqui, também já trabalhei na iniciativa privada e por isso afirmo sem medo de errar: se uma empresa fosse administrada do modo como aqui é, entraria em falência em poucos meses, seria um fracasso total no mercado.

      Em uma empresa, se houvesse um sistema de castas semelhante, sofreria processos judiciais encima de processos. Creio que você não entendeu o que é um sistema de castas, pois isso nada tem a ver com hierarquia nas empresas. Em um sistema hierárquico, cargos são definidos como superiores e inferiores, menos as pessoas. Por isso podem ser demitidas e substituídas por outras mais qualificadas que ocupavam uma função “inferior”, por exemplo. Não há privilégios em relação à concessão de direitos de quem é “superior” e nem a supressão de direitos de quem é “inferior” e, ainda, não há na legislação brasileira algo que determine que alguém seja “melhor” ou “pior” que outro, mas isso tudo ocorre no exército.

      Em um sistema hierárquico, não existe seres humanos superiores e inferiores, ninguém pode ser tratado como se fosse uma forma de vida de segunda categoria. Isso ocorre em um sistema de castas. Um exemplo disso é a segregação que ocorria na África do Sul nos tempos do apartheid. Você acha que havia um sistema hierárquico na África do Sul? O mesmo vale pra Índia, o sistema de castas na Índia é um sistema hierárquico? Esses sistemas preconceituosos poderiam ser adotados nas empresas? Isso teria sentido?

      Pense nisso.

      Continua...

      Excluir
  31. Também conheço histórias de soldados que foram beneficiados no quartel, que obtiveram o estímulo necessário para mudar de vida inclusive, mas isso graças às iniciativas individuais de alguns militares, pois isso não é previsto pela instituição.

    Outra coisa importante, é que o exército não ensina a amar a pátria, ensina a amar o exército, como se o exército fosse a pátria. No meu texto citei o exemplo de um coronel que disse que o exército está acima de tudo, de fato, pra eles o exército está acima de tudo, até do governo e a população civil ocupa o posto mais baixo de seu sistema de castas, a ditadura sangrenta que fomos forçados a suportar demonstrou isso muito bem.

    Entretanto, não sou contra a disciplina militar (e afirmei isso em meu texto). É possível disciplina sem segregação. Considero o BOP mostrado no filme Tropa de Elite 1 como bom exemplo de operacionalidade. Não questiono a importância de um exército, minha crítica não visa seu fim, mas sua melhoria. No exército críticas são proibidas e quem faz é punido exemplarmente, por isso não evolui e permanece atrasado no tempo. Você sugeriu que eu tentasse fazer algo a favor do exército, pois é, esse texto crítico tem essa função, as falhas são expostas para que sejam corrigidas, apenas isso. Qual o problema da crítica? Apenas um sistema perfeito seria imune às críticas e, portanto, teria o direito de rejeitá-las. Por acaso o exército possui um sistema perfeito e, portanto, incriticável? Qual o problema em rever conceitos e evoluir?

    Todas as críticas que fiz referem-se a fatos comuns em todas às forças armadas, a tropa também sustenta essas críticas, mas não pode se manifestar, precisou de um civil para que a voz calada de muitos pudesse ser ouvida. Humilhação tem limites, principalmente quando a humilhação é gratuita e visa apenas nos mostrar nosso “lugar”, como se fôssemos seres humanos de segunda categoria. Oficiais no exército são, em sua maioria, mal preparados para o comando, preocupam-se mais em ser servidos do que em “abraçar” sua função de líder e liderar. E a culpa é do subordinado que não o “assessorou” direito, rsrs, isso é ridículo.

    Agradeço o comentário e levei em consideração tudo que disse, espero que faça o mesmo comigo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  32. Ah... lembrei... se o Brasil entrar em guerra com um outro país ou contra os comunistas camuflados nos partidos e na internet como no seu caso (autor deste texto ridículo e manipulador)

    Você, autor do texto, vai virar um desertor e vai ser morto.

    É claro que não desejo guerra nem a morte de ninguém, e antes que você venha com blá blá blá dizendo: '' você é militar ou é parente de militar''. Sou civil e não tenho parentes militares, mas se preciso for, eu e minha família vamos colocar o camuflado e lutar por nosso país, ao contrário do que você faria.

    E o seu blog é um lixo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é civil?

      Acho meio difícil.

      O modo de falar, o jeito todo nervosinho e algumas expressões que usou indicam que é ou foi militar. E assim como muitos militares que conheci você nada mais é que um tremendo covarde.

      Se escondendo no anonimato, né? Você serve ou serviu onde? Ou melhor, você serve pra que? Tem peito pra dizer? Tem hombridade suficiente pra dizer quem é?

      Meu nome está no meu perfil pra quem quiser ver, tem até o endereço de meu Facebook.

      E você, animal sem nome, quem é?

      O exército não é o Brasil, é apenas uma instituição que DEVERIA servir ao Brasil, mas, na prática, trabalha apenas pra si mesma e defende apenas seus próprios interesses.

      A ditadura sangrenta que fomos forçados a viver provou isso, o povo ocupava a mais baixa casta naqueles tempos, inclusive o seu general Figueiredo, que foi presidente, disse que preferia cheiro de cavalo ao cheiro do povo.

      É assim que um presidente que “serve” a pátria deve se referir ao seu próprio povo? O povo que jurou defender quando ascendeu ao primeiro posto? Afinal, o povo é a pátria, pois uma pátria sem gente não existe, certo?

      O exército não é o Brasil, não é a pátria. O povo humilhado e pisado pela Ditadura Militar e pela esquerda de hoje, esse povo é a pátria. O que o exército faz ou fez pelo povo?

      Eu lutaria em uma guerra pelo povo, coragem pra isso eu tenho, afinal, dei minha cara à tapa ao escrever um texto como esse, inclusive correndo o risco de ser assassinado ou de desaparecer. Isso é ou não coragem?

      Só covardes se escondem no anonimato, assim como você faz.

      Tem muito gatinho raquítico que se acha um leão na internet, não é?

      Como pode afirmar que meu texto é manipulador se você afirma que não é militar?

      Se não é militar, como pode afirmar que o que eu digo não é verdadeiro?

      Prove que sou manipulador, desafio você.

      Tenho coragem pra dar a cara a tapa e sustentar o que afirmo, e você?

      Você é apenas um mentiroso desbocado que nem sabe o que fala, eu nunca fui e nunca serei comunista, inclusive critico com frequência a esquerda neste blog. Você disse que meu blog é um lixo, né? Mas nem sabe o que ele contém.

      Você é ridículo!

      Então, criticar o exército é proibido? Por quê? É sagrado?

      A quantidade de militares que concordam comigo é grande, mas são proibidos de falar, podem ser severamente punidos apenas por expressar uma simples opinião. A quantidade de militares de carreira dando baixa tem aumentado e até soldados recrutas não estão querendo mais engajar.

      É óbvio que algo está errado.

      Qualquer pessoa inteligente, ao observar o erro, se apressa em corrigi-lo. Perseguir para calar a boca de quem demonstra falhas a serem corrigidas é muita burrice.

      São infalíveis como o Papa?

      Por causa de gente como você, que mente, que se acovarda, que persegue quem tenta estabelecer a ordem. Por causa de gente como você é que tem tantos corruptos neste país, por causa de gente como você, o exército é uma piada.

      O exército poderia ser diferente, poderia ser melhor, e eu gostaria muito que fosse, gostaria de sentir orgulho do Exército Brasileiro, como já senti um dia. Mas no exército, a evolução e o progresso são vistos como subversão.

      Críticas constroem, colega, negligenciá-las significa optar pela estagnação e retrocesso. Eu não quero isso para o nosso exército, mas infelizmente existem pessoas como você que atrapalham tudo.

      É uma vergonha.

      Excluir
    2. Meu nome é Pentiovila, (nome incomum pois sou descendente de Espanhóis mas sou Brasileiro legítimo com orgulho) o Ss é uma abreviação do meu sobrenome. E aí? vai fazer o quê? vai chorar porque dei a resposta que você mereceu? já servi sim seu escroto, eu fui soldado e conheço o exército muito bem porque servi numa unidade administrativa, li documentos da época da ditadura, conversei com alguns praçinhas (se é que você sabe o que é um praçinha). conversei Oficiais Generais, antes e depois de servir.

      Você acha que o Papa é infalível? o Papa é uma piada assim como você, mas você se julga o tal... o conheçedor dos dois lados, mas isso não vem ao caso, e seu blog PRA MIM é um lixo sim, se você não é comunista, é um falso moralista, e você me chamou de mentiroso, você têm um problema sério com críticas pelo que vejo, A MAMÃE NÃO TE ENSINOU QUE NA VIDA, SEMPRE TERÁ PESSOAS QUE DISCORDAM DE SEUS PENSAMENTOS?

      Vou provar que esse texto é manipulador e tão idiota que simula diálogos em alguns trechos, vou fazer isso porque você está num nível muito baixo pra me desafiar mas tudo bem, veja:

      ''- Não aceitaria, leitor? Não mesmo?''

      ''- Claro que não!''

      ''- Fico feliz que sejas assim, também compartilho de seu pensamento, mas muitos não concordam e, aliás, defendem o sistema com um fervor que beira o fanatismo, como se fosse uma ideologia de vida ou uma religião. Queres saber um pouco mais como é por lá?''

      ''- Sim, quero! Estou curioso. rsrs''

      Seja homem e diga com todas as letras que você não gosta do trabalho do exército.

      Agora leia isso:

      ''O Exército subiu da 6ª para a 4ª posição como instituição de maior credibilidade junto à população brasileira. O dado é de pesquisa feita pela GfK, quarto maior grupo internacional do setor, que mediu a confiança em profissões e organizações no Brasil e em outros países.
      Com 84%, a Força Terrestre perde apenas para bombeitos, carteiros, professores do ensino fundamental e médio e médicos, estas duas últimas categorias empatadas em terceiro lugar.''

      fonte: http://montedo.blogspot.com.br/2010/06/exercito-sobe-no-ranking-de.html

      O Gen Figueiredo não é meu não viu? ele é um troglodita sim, E DAÍ? o povo CONFIA no exército, não é por causa de alguns que o exército vai perder sua grandeza, já ouviu falar na guerrilha do Araguaia? se teve aula de história, sim né?

      Você é que é um RIDÍCULO.

      Você é parte do câncer que o Brasil tem, por causa da internet qualquer idiota como você pode ter um blog e postar todo tipo de merda. Mas tudo bem, se você pensa nessas idiotices, é um direito seu, seja idiota mas não idiotize e nem tente MANIPULAR os outros, não contamine os outros com seu câncer.

      Você perguntou o que o exército fez pelo povo???????

      A ditadura só aconteceu porque o povo e a imprensa pediu pra que os militares tomassem o poder, na 2ª guerra, o Exército enviou a FEB graças a pressão popular. Na biblioteca da câmara dos deputados têm vários livros sobre isso (digo porque fui lá e li).

      E o militar que sai falando qualquer coisa têm que ser punido sim... se estiver insatisfeito é só pedir baixa e pronto, vá chorar na cama que é quente.

      A quantidade de baixas aumenta porque existem outras oportunidades, você acha o quê? que se o militar conseguir um jeito de ganhar mais dinheiro ele não vai porque AMA A PÁTRIA? Nós não estamos em tempo de guerra mas se tiver todo mundo volta, simples assim.


      Você diz gatinho raquítico HA HA HA HA HA HA HA HA criativo como uma criança...


      E dane-se se seu nome está no perfil, se você se identificou ou não, como já citei, seja um idiota mas não idiotize os outros.

      Excluir
    3. “A MAMÃE NÃO TE ENSINOU QUE NA VIDA, SEMPRE TERÁ PESSOAS QUE DISCORDAM DE SEUS PENSAMENTOS?”

      Esse é o conselho que você me dá?

      Já pensou em segui-lo?

      Não tenho problemas com discordâncias, apenas com ignorância.

      Houve outro ex-militar que discordou de mim, mas conversamos numa boa, sabe por que? Isso se chama civilidade, pessoas civilizadas tratam-se com respeito.

      Sim, o diálogo apresentado no texto é fictício, qualquer idiota vê isso. Já ouviu falar de Platão? Apenas fiz uso de um recurso parecido com o que ele utilizava para facilitar a transmissão de ideias.

      E não sou o único a fazer isso.

      Muitos de meus textos estão na forma de diálogo.

      Mas gostei de seus comentários, eles apenas confirmam tudo o que eu disse.

      Como age um militar típico?

      Com arrogância, intolerância, ignorância e absoluto desrespeito com quem pensa diferente, exatamente do modo como você fez.

      Em seus comentários, seu argumento resumiu-se em ofensas e provocações, ao invés de debater ideias como uma pessoa inteligente faria, você se concentrou apenas em ataques pessoais.

      É assim que os militares faziam na época da ditadura, matavam ou torturavam quem discordava deles, torturavam até a família do indivíduo, não havia debate de ideias, era impossível o diálogo, só havia truculência e selvageria.

      Foi assim que descobri que você era militar, você corresponde à descrição acima.

      Muitos outros militares comentaram aqui, e a esmagadora maioria demonstrou um comportamento semelhante ao seu.

      Em vista disso, não preciso dizer mais nada, vocês já fizeram isso, a brutalidade e selvageria de vocês serviram para endossar com louvor os meus argumentos.

      Obrigado!

      Excluir
    4. Você me chamou de MENTIROSO, ANIMAL SEM NOME, DE RIDÍCULO, E O PIOR... DE COVARDE.

      Eu mencionei os praçinhas e que o exército só enviou a FEB graças a pressão popular, e você não comentou nada, e dei a resposta que você mereceu meu caro, pare de SIMULAR diálogos, nesse seu comentário acima você está chorando muito.

      Você fala em brutalidade, selvageria e blá blá blá... e diz que não é um comunista.

      Eu te passei um link informando sobre o quanto o povo confia no exército, agora... divulgue seu blog em todos os lugares por aí pra ver se esse blog lixo vai ter a mesma credibilidade.

      Desviou seu comentário acima apenas pra me taxar de ignorante selvagem e bruto... tudo bem, não me importo com sua opinião sobre mim, mas admita que o golpe de 64 e a ''repressão e tortura'' que todos os comunistas e guerrilheiros choram aconteceu graças a autoridade máxima: ###O POVO###

      Mencionei a guerrilha do Araguaia e você fingiu que não leu... sinceramente, você NÃO tem argumentos para justificar este texto sem fundamento e incrivelmente EXAGERADO.

      Você leu meu nome e achou que eu estava no anonimato, nem considerou que meu nome é Pentiovila pelo simples fato de NÃO ACHAR que este poderia ser meu nome e já foi me insultando e me chamando de covarde, dizendo que estou no anonimato.

      Quem é o estúpido dessa história toda é você pelo simples fato de postar esse texto pra desabafar as suas mágoas de uma instituição.

      Por toda a informação valiosa que tive acesso nas forças armadas, é fácil detectar os falsos moralistas como você que fala em tortura e blá blá blá... mas na época da ditadura TODOS os lados cometeram crimes, e alguns desses criminosos estão no poder, e o objetivo deles é o mesmo que o seu: SUJAR O NOME DAS FORÇAS ARMADAS.

      Me critique o quanto quiser mas reconheça, RECONHEÇA que a ditadura só aconteceu graças a pressão popular e a mídia, você é homem pra isso?

      Se duvidar dessa informação,(se você puder) procure um dia ir à biblioteca da câmara dos deputados em Brasília, é uma das bibliotecas mais completas no que diz respeito aos episódios políticos, SE INFORME antes de sair postando qualquer merda.

      Excluir
    5. Ficou nervosinho, é?

      Vai me censurar?

      Vai me torturar?

      A única forma de proibir pensamentos contrários é através de selvageria, brutalidade e ofensas pessoais?

      Só conhece esses modos?

      Covarde!

      Respeite pra ser repeitado.

      Se meu blog é tão sem importância, então ignore-o e vá cuidar da sua vida.

      Excluir
    6. Aaaahhh quem tá nervosinho agora?

      Diga alguma coisa sobre a Guerrilha do Araguaia...
      Fale sobre a FEB
      Diga o que acha do povo ter apoiado golpe de 64
      Fale sobre a credibilidade do Exército
      Fale algo sobre os respeitados Praçinhas

      Vamos covarde, aí sim deixo de acessar esse blog lixo

      Dê sua opinião sobre os FATOS históricos, não se preocupe, você já foi torturado, e foi da melhor maneira:

      COM ARGUMENTOS, argumentos seu fracote... coisa que você não tem...

      Seu blog não tem importância mesmo, mas chega a ser perigoso pra quem é leigo e não conheçe a história, e eu não quero que ninguém seja contaminado com esse monte de bobagem que você postou.

      Excluir
    7. Não vou me aprofundar nesses assuntos que você sugeriu, afinal, isso tudo é de conhecimento público e ensinado nas escolas, além disso, não estou aqui apenas pra satisfazer sua curiosidade sobre meus conhecimentos ou por achar que tenho a necessidade de provar alguma coisa pra você.

      FEB e pracinhas são a mesma coisa, e eu os respeito bastante, apesar de terem recebido treinamento e armamento dos americanos, pois o Exército Brasileiro não possuía nenhuma das duas coisas, ainda assim, fizeram um bom trabalho, são heróis do Brasil.

      Em relação à Guerrilha do Araguaia, com treinamento e dinheiro americano (novamente), o exército fez apenas a sua obrigação, a ameaça comunista era um problema real à segurança nacional. O problema é que o povo brasileiro pagou por isso também, qualquer pai de família era tachado de comunista, bastando apenas que algum milico não fosse com a cara do sujeito. O povo, durante os anos de chumbo, era tratado como lixo, literalmente, possuía poucos direitos e eram desrespeitados em relação a esses poucos direitos. Por isso aquele período é extremamente mal visto pelos brasileiros, sendo direita ou esquerda, não importa, a ditadura é e sempre será a “Era das Trevas” da história brasileira.

      Não foi o povo que apoiou o golpe militar, foi a elite. Muitos temiam que os comunistas fossem tirar suas propriedades e riquezas diversas, por isso apoiaram os militares. O povo brasileiro naqueles tempos tinha ainda menos participação política que hoje. Entretanto, nunca disse que eu era contra o Golpe em sua forma original, basta ler meu texto. O problema foi as Forças Armadas continuarem no poder, esse foi o erro. Deveriam ter convocado novas eleições (como era a ideia original) e deixado a democracia seguir seu caminho, mas a fome por poder falou mais alto e fomos obrigados e viver a pior época de nossa história.

      Em relação à suposta credibilidade do Exército, isso é marketing, apenas isso. O povo não sabe como as coisas funcionam na caserna e é proibido revelar, sob pena de punição, perseguição ou estagnação da carreira. Se o Exército é tão bom, então por que teme ser visto por dentro? Eu disse o que há por dentro, e nada disso vai contra a segurança nacional, refere-se a apenas o dia-a-dia no quartel, só isso.

      Por que tanto ódio?

      Por que uma simples opinião contrária é tratada como se fosse guerra santa?

      Era esse mesmo ódio que o povo sofrido de nosso país precisou suportar durante os anos de ditadura.

      Bem... É isso que tinha a dizer, está satisfeito?

      É evidente que não, você acha que eu tenho a obrigação de concordar contigo, não é?

      Você não me torturou com argumentos, na verdade, a tortura foi a falta deles. Esses assuntos que você dá tanta importância são de conhecimento público, são ensinados nas escolas. Todo mundo sabe a verdade dos fatos, pra que discutir sobre isso?

      Vocês militares apenas ignoram a verdade dos fatos e sempre serão assim, por isso é uma discussão inútil.

      Continua...

      Excluir
    8. Continuando...

      O que deveria ser feito é discutir sobre assuntos de real relevância, como o sistema de castas inconstitucional que existe no exército, com o que subjugaram a população na época da ditadura e continua firme e forte nos quarteis de hoje em dia, um sistema de segregação semelhante ao apartheid da África do Sul; deve-se discutir e tortura contra soldados, como foi mencionado no comentário feito pelo Bruno Meirelles neste blog; o desvio de verbas de licitação, em que até o atual comandante do Exército é acusado; o gasto excessivo com festas e jantares, enquanto a tropa não tem armamento e nem recebe treinamento decente e etc.

      Generais roubam, e muito, mas como estão no topo do sistema de castas, então é PROIBIDO investigá-los ou auditar sua administração, apenas a polícia federal (que é civil) pode fazer isso, mas o lobby das Forças Armadas é forte, pois ainda existe ameaça de golpe, por isso, raramente há investigações.

      É isso que deveria ser discutido, pois isso ocorre hoje, agora. É disso que falo em meu texto.

      Quem vive de passado é museu.

      Mas não quero discutir isso com você, pois não está interessado em fatos e verdades, apenas quer me obrigar a concordar contigo, pois estou ofendendo a sua “crença”, rsrs.

      Patético!

      Talvez você pense que sua opinião tem algum valor e que venho aqui responder por me sentir intimidado, rsrs.

      Na verdade, seu discurso arrogante, intolerante e desatualizado do exército, apenas serve de reforço para meus argumentos, pois é exatamente isso que afirmo sobre os militares.

      Muitos leram e leem meu texto e os comentários que ele contém, então quero que todos vejam como vocês são.

      Além disso, como não sou militar, então não apago comentários, por mais idiotas, arrogantes ou preconceituosos que sejam, não nego o direito de alguém expressar seu pensamento.

      Sou a favor da democracia, por isso, não aprovo comunismo e nem ditaduras, graças a isso tolero seus comentários. Entretanto, não tenho obrigação alguma de concordar contigo, afinal, também sou livre pra ter pensamento próprio, mesmo que você discorde disso, por isso, você pode dizer o que quiser, mas entenda que sua opinião sobre meu blog não me interessa, pois é totalmente irrelevante. Você, como todo militar que se acha “superior” ao resto do povo brasileiro, considera que sua palavra seja tida como lei e é “crime” contestá-lo, rsrs, então fica continuamente me importunando por aqui achando que dou algum valor para o que você diz.

      Você é apenas a prova de que meus argumentos são verdadeiros, sua utilidade acaba aí.

      Além disso, vocês militares acham que o mundo gira ao redor de vocês, pensam que TODO MUNDO está interessado em saber o que pensam ou fazem. Nem eu tenho esse interesse. Tenho mais de 400 artigos neste blog e este é o único que tem militarismo como tema principal.

      Tenho mais coisas pra fazer e assuntos melhores e mais interessantes para comentar, colega!

      Eu falo de Deus aqui, de fé, de liberdade individual, de respeito ao próximo, justiça social e etc.

      Pra mim, isso é que é importante.

      Excluir
    9. Aff acho que você é uma mulher pra chorar tanto assim, não quero que concorde comigo cara, você já falou sobre os Praçinhas mas como já disse... VÁ NA BIBLIOTECA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS e saberá do que estou falando, de qualquer forma, foi o suficiente esse seu showzinho... E O POVO APOIOU O GOLPE DE 64 SIM!!!

      ATÉ NUNCA MAIS CHORÃO!!!!!

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    10. kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Gostei Pentiovila. kkkkkkkkkkkkkk. Mas cara ele é assim mesmo, se tu mostrasse ai uma noticia de algum exagero de militar, em dois toques estaria apoiando o link, mas tu postou um que mostra que ele estar errado(como milhões de links e de fatos que eu mostrei e ele não deu bola), mas sabe uma coisa que até hoje nunca entendi? por que ele ainda estar trabalhando em um quartel? Um lugar onde so existe ogros né, numa instituição corrupta... Pra mim isso é uma baita falta de vergonha na cara é cuspir no prato que comeu(não venha dizer que você é funcionário publico e seu dinheiro não vem diretamente do exército, pois o SENHOR pode muito bem pedir para ser transferido para alguma outra instituição), mas o SENHOR não pede né. Como já disse um monte de vezes, o SENHORIO é traumatizado com as forças armadas e se disser que não, por que nunca deu bolas para os meus links e os links do pentiovila? kkkkkkkkkkkk. ei Pentiovila ele sempre faz isso, quando é encurralado ele foge, dizendo que tem milhões de assuntos nesse BLOG e que não vai perder tempo comentando besteiras. kkkkkkkkkkkkkkkk. Ele fez o mesmo comigo. hehehe. BOM DIA PENSADOR sou eu mesmo CB Ibiapina. seu TERROR. kkkkkkkkk. AI bill ja foram 2 que te derrubaram no teu próprio blog, não se preoculpe vai vir muito +por ai. hehehe.(Ha tenente o Senhor quer que eu fale +algo?) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Do um maior valor tirar onda com perdidos na vida.

      Excluir
    11. Olá, Ibiapina!

      Você é o meu terror? hehe

      Só você acredita nas próprias palavras.

      Você e o Pentiovila são a prova de que inteligência não é o forte do exército.

      Que lixo!!

      Excluir
  33. Algumas questões você está certo sobre as peixadas, mas exagerou muito, fantasiou os argumentos inexistentes, sou militar reservista de primeira categoria (Paraquedista) fiz todo o possível para não haver alterações, mas fui trocado por bando de vagabundos acoxambrados de peixes que vegetavam nas missões. Sobre você dizer que os superiores não eram detidos ao cometerem erros, há um equivoco, pois lá onde servi eu presenciei casos de prisões de alguns que fizeram torturas nos recrutas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaa depois de tortura o recruta vc quer q ele n seja preso sei n

      Excluir
  34. Tenho 20 anos de serviç prestados ao exercito sou tenente voces estao dissendo um monte de merda vao todos se fuder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ofensivo e de péssima argumentação.

      Sempre a mesma coisa.

      Que lixo!

      Excluir
  35. Parabens pelo seu relato sou sgt do eb realmente o eb funciona como um sistema de castas, oficiais são tem tratamento a parte e os generais parecem deuses ( não estou exagerando) que para mim é o maior absurdo de todos. Até mesmo oficiais temporários tem mais credibilidade do que um subtenente com mais de 25 anos de serviço. O EB é uma vergonha, não sinto nenhum orgulho de compor a força.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário!

      Concordo com seu ponto de vista, é por aí mesmo.

      Excluir
  36. Não sejam ingênuos, esse Christian Brito não existe no Portal da Transparência, se fosse funcionário civil como alega ser estaria figurando no Banco de dados do portal da transparência. Isso não passa de um ex-militar com grande conhecimento das rotinas militares que agora está a trabalho dos PTRALHAS no sentido de desmoralizar as FFAA. Muito do que ele disse é verdade, principalmente o mal tratamento dispensado aos subordinados e as reagálias dos oficiais. Mas os seus comentários a respeito do período de governo militar é errôneo e so demonstra ser um militante petista destilando o seu venemo. Abram os olhos. Pesquisem e não saiam acredidatando em qualquer matéria que leiam!!!

    ResponderExcluir
  37. "CHRISTIAN BRITO"
    Esse cara é só mais um frustrado na vida....
    Isso que é verdade.

    Dica!
    supera isso Cara...

    ResponderExcluir
  38. SOU 2ºSGT DOROTEU, HÁ 6 MESES QUE TRABALHO COM CRISTIAN, NAO NOS FALAMOS MUITO, POIS, NAO TIVE TEMPO O BASTANTE PARA UMAS HORAS DE CONVERSA, POREM, ESTOU AQUI PRA DIZER QUE CRISTIAN É SIM UM SERVIDOR CIVIL E QUE É UM EXCELENTE PROFISSIONAL, GOSTEI DE ALGUMAS PARTES DE SEU TEXTO E CONCORDO COM ALGUNS TEMAS, ENTRETANTO, TODOS SAO LIVRE PRA DIZER O QUE QUER E SAO RESPOSAVEIS POR ISSO. MUITO BOM CRISTIAN.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Sgt Doroteu!

      Pelo menos um com consciência. Parabéns!!

      Excluir
  39. Parabens Christian Brito! Calou a todos com seus fortes argumentos. Todos os militares que se revoltaram com seus comentarios acabaram apelando para a baixaria, e mudando um pouco de assunto, acho que teriamos um enorme potencial para sermos muito mais do que somos. Para atingirmos esse patamar, primeiramente seria necessario destruir o Codigo Penal Brasileiro, e a velha e antiga politica que ele adota "A lei para os amigos e os RIGORES da lei para os inimigos"... Depois seria necessario estabelecer um codigo penal Focado na JUSTIÇA e nos intereces da NAÇÃO, e não da Elite. Sou estudante de Direito e Vejo o quanto o teatro da Justiça brasileira envolve o TOLO povo, como ela é rapida para os ricos e lenta para os pobres, tem uma frase que diz " A justiça lenta nada mais é do que a injustiça".
    O Exercito assim como em quase todas as outras organizações governamentais, existe a massa de manobra (SOLDADO) que nada mais sabe alem do que lhe é imposto comoa verdade, e os que comandam que tambem não sabem de muita coisa não, eles apenas pensam que sabem e morrem pela grande lavagem cerebral que é feita neles, o patriotismo nada mais é do que uma ENORME LAVAGEM CEREBRAL, a terra é do Homem, se ela tem um nome ou um simbolo isso nao significa mais do que a propria vida do homem. por tras de tudo isso existe a CABEÇA pensante que é aquele que durante uma Guerra por exemplo é quem sera lembrado, pelos feitos dos pobres soldados e comandantes. O BURACO é muito mais embaixo, uma guerra nada mais é do que UM velho com interesses próprios falando e se glorificando em palanques e o Jovem morrendo em trincheiras por um falço ideal que lhe foi imposto... Reflitam.

    Ass Luiz Eduardo. Parabens pelo Blog critico e libertador de correntes, mas como o proprio Platão escreveu na sua mais famosa obra "O Mito da Caverna", "existem seres que estão tão acostumados às sombras da caverna que ao se depararem com a luz no seu exterior, ficam loucas e querem freneticamente retornar para ela."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luiz Eduardo!

      Obrigado pelas palavras e o apoio.

      Acredito totalmente que um dia tudo vai mudar, a esperança é a última que morre. Em uma sociedade de castas como a nossa, pode parecer que nunca haverá mudanças, mas existem pessoas como nós que nadam contra a corrente e a internet é um importante meio para fazer com que nos ouçam.

      Abraços.

      Excluir
  40. Na há do que agradecer amigo Christian, eu acho que se 50 % da nossa população tivesse uma visão crítica das coisas, viveríamos em um país muito melhor, e acredito que a internet pode proporcionar isso se for usada de maneira correta.
    Insisto em parabenizar-lo pela sua excelente maneira de expressar sua opinião, de maneira clara, simples e que faz com que qualquer um com um mínimo de senso de interpretação, perceba, que sua intenção com a crítica não é destruir nem manchar a imagem no caso do exercito, e sim apontar seus defeitos para melhorar-los. Ao longo da discução que se cedeu nos comentários, tudo que você falou com o personagem “pensador”, se comprovou, a maneira rude de agir, as respostas tapadas, grosseiras, ignorantes e sem conteúdo que tentaram de qualquer forma defender e refazer a maquiagem da situação que você apontou, o baixa nível de alguns soldados ou comandantes que responderam realmente nos faz questionar sobre o nível intelectual e de caráter formado.
    Fico muito satisfeito em perceber que ainda existem pessoas que querem mudar, não se abata pelas criticas e ofensas desferidas sobre seu blog, sabe nem Deus conseguiu agradar a todos, porem você como um formador de opiniões deve continuar a falar a Verdade, pois uma cabeçinha que você consiga pelo menos semear questionamentos, já é um grande passo ao progresso. Acabou de conquistar mais um leitor. Abraço

    Luiz Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora em responder. Apenas agradeço mais uma vez o apoio e as palavras e pela feliz confirmação de que ainda existe gente pensante em nosso país.

      Continue assim, amigo.

      Fique com Deus!

      Excluir
  41. Olá, meu nome é Emerson Moreira.
    Eu não acredito que quase ia perder totalmente o meu tempo lendo esse texto (A Verdade Sobre o Exército Brasileiro) que foi construído tentando ser convincente, através de resquícios de um discurso "revolucionário", que tinha como objetivo principal, afogar as magoas de um ser que prova estar em crise. Usando de “argumentos” (argumentos, não! Ofensas repetitivas e infantis, de um baixo nível inigualável!) para tentar influenciar alguns, e diminuir uma instituição, que tem seus problemas, como qualquer outra, pois acima de tudo essa instituição foi feita e é comandada por humanos e por estarmos na condição de humanos, erramos e erramos sim!... Devemos mudar? Com certeza sim, mas EU acho que a mudança não deve vir de uma instituição e sim de cada um de nós “BRASILEIROS” e “brasileiros”. Ponha a cabeça para pensar “PENSADOR” pare de infantilidade, pare de acusar a todos que têm pensamentos diferentes dos seus de “covardes”, “ridículos”, “nervosinhos” entre outros xingamentos desnecessários. Pare de achar que você é o detentor da verdade absoluta. Por favor, se você vai criticar algo ou alguém critique de uma maneira mais autentica, pare de imitar Platão, ele já deu sua contribuição à humanidade, mas você fica aí se achando todo intelectual, revivendo a ditadura que passou há muito tempo, para acusar o Exército Brasileiro de brutalidade com vossa senhoria, fazendo um paralelismo sem pé nem cabeça entre a ditadura e suas frustrações... Que pena que existam pessoas de autoestima tão baixa a ponto de desejarem ter passado pelas atrocidades cometidas por um, ou outro ditador, com apenas um único desejo, alimentar seu ego arrasado, através de um possível reconhecimento de seus atos após a morte... E sobre a questão de se auto declarar como um possível voluntario em caso de guerra, eu acho, que os que dizem ser mais corajosos, acabam iguais a Pedro negando três vezes antes de o galo cantar que um dia seguiu um “CARA aí”. O pouco que eu escrevi é a penas um resumo do que eu analisei lendo os seus comentários... Espero SINCERAMENTE não ter te ofendido em momento algum, através das palavras que escrevi. Quero tão somente pedir que você tenha ARGUMENTOS e TEXTOS melhores para discutir com alguém, por que a internet já está transbordando de “MERDA” não seja mais um punhado. Faça alguma contribuição para a sociedade brasileira. Incite o raciocínio, não imponha uma conclusão forçada, seja imparcial e não priorize a sua versão dos fatos, pois ao privilegiar o seu pensamento, você acaba praticando o que parecia querer combater.
    Obs: Meu comentário é baseado no seu comentário e no de outras pessoas, pois eu cansei e parei de ler o seu texto enjoativo pela metade.
    Faça um favor a todos e mude esse seu jeito intolerante e "milico" de responder aos comentários.
    PS: Tudo que está escrito aí em cima, eu dou a minha palavra, que escrevi por livre e espontânea vontade. E eu não sou filho de militar, também não sou militar e na minha família (até onde eu conheço) não há militares logo aquele seu argumento não vale mais.

    ResponderExcluir
  42. aaa meu deus, quantas boberas que esse inutil que escreveu esse monte de merda disse ai falar mal do EB e mole, quero ver vim aqui de frente comigo pra vc ver se eu nao piso o meu but marrom na tua cara de lixo, seu merda, nao presizo de anonimato nao filhote, seu medroso ta com medinho é? se nao estiver vem de cara no meu but

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você quer me intimar ou apenas fazer papel de idiota?

      Acredito que é a segunda opção.

      É só isso que você sabe fazer? Falar e escrever igual a um retardado semianalfabeto?

      Excluir
  43. Sou soldado do efetivo variavel na ativa, neste ano de 2014 e as inverdades que eu posso mencionar deste texto rapidamente:
    - Em instrução, todos os nossos tenentes falam que aqui dentro do exercito a superioridade é somente hierarquica, e que ninguém é melhor que ninguém.
    - Várias vezes tivemos confraternizações de soldados com presença de sargentos e oficiais, incluindo o próprio capitao da bateria, entao esse negocio de que "sao castas e não se misturam" é papo furado
    - Esse negocio de que militares de diferentes graduações ou postos não moram no mesmo bairro é papo furado, eu moro no mesmo bairro que um sargento, e ai?
    - Até hoje nunca vi nenhum superior dar nenhuma ordem absurda do tipo "engraxa meu coturno" a algum inferior. Papo furado.
    - Quanto a civis dentro da OM, a trabalho ou não, fomos ensinados a sempre trata-los bem e de igual para igual, pois sao filhos da mesma pátria.
    - Quanto a ditadura, o capitao da minha bateria tem 37 anos. A ditadura completou esse ano 40 anos de inicio. O capitao ainda nem havia nascido quando a tal ditadura começou. O exército não é mais formado pelos mesmos militares que o formavam há 40 anos. Não é o mesmo exercito, então não há motivos para criticar o exercito de hoje pela ditadura de 40 anos atras.
    - Sobre ficar depois do expediente: na minha bateria acontece a chamada boca podre, ou seja o militar que "cagar o pau" durante a semana por nao arrumar a cama, ou outra coisa simples, ficará depois do fim do expediente de sexta feira (meio-dia), ou seja, durante a tarde de sexta feira fazendo alguma missão de manutenção do quartel. Existe também a escolinha que visa melhorar o desempenho do militar em algum quesito, como ordem unida ou aptidão fisica, não por simples "vontade" do superior.
    - Quanto ao respeito entre militares de diferentes postos ou graduações, este mesmo é mútuo, sendo assim, um superior nao desrespeita alguem inferior e o inferior nao desrespeita o superior.
    - Os recursos utilizados para ocupar os morros do Rio sao legais, ja que o exercito pode ser aplicado para qualquer situação de risco com permissao do presidente da republica.
    - O militar também tem sim o dever de Garantir a Lei e a Ordem, previsto isto em lei
    - Atualmente qualquer caso como o do soldado "chateadinho" mencionado no texto é apurado de acordo com o RDE (Regulamento Disciplinar do Exercito), através de documentação e muita calma
    - Um militar não pode ser punido por um erro de um superior, e um superior pode sim ser responsabilizado pelo seu erro, já que uma das razões para ser anistiado de uma punição que dá justificativa é o cumprimento de ordem de um superior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, na boa, você é burro pra cacete.

      Analfabeto funcional.

      Foi alguém que mandou você escrever isso?

      Poderiam ao mesmo ter ditado o que escrever, aí não seria esse monte de besteiras.

      Excluir
    2. Não, não, fui eu mesmo quem escreveu, e pra quem diz que o exercito é cheio de burrice nos argumentos, tu tem muito argumentos bons contra meu comentário, só que não. Somente ofensas. Me diz que monte de besteiras? Isso tudo que eu escrevi são coisas que vivencio e vivenciei desde o primeiro dia em que entrei para o exército, então, tudo que tu tem feito é ofender os militares por simples revanchismo, comprovado na tua resposta ao meu comentário, no qual mostrei todas as tuas mentiras do texto e você respondeu com ofensas, sendo que eu não lhe ofendi em nenhum momento.

      Excluir
    3. tu n e soldado ev

      Excluir
    4. ganhado um auxilio de 588 reais e alguns meses sem auxilio transporte tu n e soldado ev pra ta falando uma coisa dessa

      Excluir
  44. Olá, bem vim ao blog com intenções de saber se realmente seria um bom caminho entrar no exercito, fiquei meio assustado com o que foi mostrado, revelado ou simplesmente escrito, realmente o exercito deixa essa duvida se vale a pena a carreira, achei meio estarrecedor as ofensas, fico encabulado pois gostaria se me por a algo do ramo da carreira, defender,proteger, ajudar, isso me veio em mente ao querer entrar na força armada, porem com tudo q foi dito seria melhor um ramo a partir da policia federal ou ela tbm se incrementa a estas acusações, gostaria de deixar bem claro n sou contra o exercito brasileiro mas também tenho em mente q coisas deveriam ser rigorosamente remodeladas dentro da instituição em q eu já vi vários escândalos abafados por ela. n quero confrontar nenhum militar não os acho corruptos nem nada do tipo, creio que há mais gente de bem lá dentro do que corruptos mas são apagados pelas as ações de má conduta deles.
    gostaria de perguntar se a policia federal seria uma melhor escolha de carreira ou se o exercito ainda sim seria uma boa escolha de carreira.

    ResponderExcluir
  45. O que Prevalece ao exercito injustica onde o menor e oprimido

    ResponderExcluir
  46. os quarteis sao como parque de diversoes para oficiais e os empregados sao os praças os soldados...... dinhero pra festa eles tem agora para alimentaçao nem cachorro come..

    ResponderExcluir
  47. Site MAV. Só quem tem medo de policia é bandido. Sem mais ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A idiotice é tão grande, mas tão grande, que o povo pensa que apenas o fato de criticar o exercito já me torna esquerdista. Sou conservador de direita, mas NÃO apoio o Exército, apena isso. Se eu fosse esquerdista, então iria defender o bolsa família, casamento gay, aborto, doutrinamento nas escolas, ideologia de gêneros e etc. ONDE defendo essas coisas? ONDE??

      Excluir
  48. Meu filho está com a vida parada desde o ano passado, só porque deixou de se apresentar no dia dos exames porque não deixei ele sair de madrugada em meio a um tiroteio na comunidade onde moramos. Ficou como refratário e ao se apresentar este ano, pude ver como aquela corja age. Fui interceder junto ao Tenente que estava na seleção dizendo que ele precisava trabalhar para ajudar nas despesas da casa (o que não é mentira, pois moramos de aluguel) e acho que ainda piorei a situação dele, pois acharam que só fiz isto porque ele não quer servir. Todos os envolvidos na seleção ficaram zombando de nós e fazendo chacota da nossa situação e ainda carimbaram para ele se apresentar novamente em 2016."Resumo da ópera": Meu filho continua com a vida parada até 2016. Não pode fazer matrícula em nenhuma faculdade, não pode prestar concurso público e nem trabalhar em empresa privada com carteira assinada. Estou profundamente revoltada. E o pior é a sensação de impotência diante de tudo isso.

    ResponderExcluir
  49. Q merda de blog... vai estudar... corrupção há em todos os lugares, infelizmente é Brasil... Por causa de uns, o julgamento é para todos. Cada um tem sua opinião formada... respeitem e se não quiserem ler mais, como eu, é só não entrar mais neste blog... fim de papo! abs!

    ResponderExcluir
  50. Sou militar do exército (com "e" minúsculo mesmo) há mais de 20 anos, e posso afirmar que as barbaridades que foram contadas no blog realmente acontecem. A ditadura militar acabou no país como um todo, mas continua viva em cada quartel, que é uma "mini-ditadura", onde hierarquia e disciplina são confundidas com subserviência e autoritarismo.

    ResponderExcluir
  51. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir