Seguidores

sábado, 17 de setembro de 2011

Por que ainda somos obrigados a votar? Não vivemos em uma democracia?



________________

Pergunta feita por Liz no sítio Yahoo!Respostas.


Resposta dada por Bill.
__________________
 
Bill

Oi, Lili!

O que caracteriza uma democracia não é apenas a liberdade e os direitos do cidadão, mas também seus deveres.

Para que uma democracia exista, é necessária a rotatividade no poder, pois se um governante ficar no poder pra sempre, então, será uma ditadura e não uma democracia.

Mas, em democracias maduras, o voto não é obrigatório. Mas no Brasil a democracia ainda não é madura, por isso, infelizmente, o voto precisa ser obrigatório.

Observe:

No Brasil, as classes menos favorecidas e desprezadas são a esmagadora maioria do eleitorado, por isso, as promessas dos políticos são voltadas principalmente para essas classes. Já percebeu?

É só observar como puxam o saco do pobre nos programas eleitorais.

Se o povo vota, então os políticos se interessam pelo povo, pois, na verdade, são os pobres que elegem os políticos no Brasil. Entretanto, também são os pobres (vítimas da educação precária) que são os mais alienados.

Por consequência, a maior parte das pessoas desinteressadas em política faz parte das classes menos abastadas.

Povo ignorante e desinteressado é útil em governos corruptos

Mas, obviamente, há alienados em outras classes também.

Alienados são úteis, pois não se interessam por política.

Porém, se o voto deixar de ser obrigatório, por exemplo, ou se a maior parte do povo deixar de votar (anulando o voto), então, obviamente, a esmagadora maioria da população não terá mais participação política.

Qual a consequência disso?

Se o povo já é ignorado pelos políticos, mesmo participando obrigatoriamente com o voto, sem o voto, será sumariamente ignorado, esquecido e desprezado.

Se o povo for totalmente ignorado, para quem os políticos se voltarão?

Se o povo alienado deixar de votar, então apenas uma pequena parcela da população votará e, por isso, essa minoria será a única a ter participação política real.

Quem será essa minoria?

Serão aqueles que sempre se interessaram por política e batalharam pela alienação do povo. Ou seja, os ricos e poderosos que sempre financiaram as campanhas dos corruptos de hoje, eles são os interessados em eleger quem defenda seus interesses.

O povo não votando, então, não haverá problemas para que a classe política se volte para os ricos de forma EXCLUSIVA.

Se o povo já é abandonado hoje, imagine se os ricos forem o alvo exclusivo das promessas políticas.

Assim, o poder, que já é de poucos, será também ABSOLUTO.

Imagine um país assim. Será bem pior que hoje, muito pior.

Então, deixar de votar não é a solução, mas escolher direito é a solução.

É isso.

Abraços.

5 comentários:

  1. Não tenciono dar aqui aulas de política, até porque não sou nenhum"experto" no assunto, e como tenho por costume me adentrar somente em temas que possuo relativo conhecimento; e também por ter aversão àqueles que gostam de meter o nariz no que não entendem.
    Faço aqui apenas uma pequena reflexão! De onde vem o conceito de "Democracia" já estudou sobre isso?
    No Velho Concerto Yahweh instituiu o reino de Israel sob seu controle. Esse reino foi chamado de Teocracia; Isto é, um governo exercido pelo próprio Deus; Do grego Teo de Tehos=Deus, e cracia=reino. Assim o reino dirigido pelo próprio Deus era um reino "Teocrático" ou uma Teocracia.
    Os partidários da democracia a intitula de "o poder do povo" O Dicionário da língua portuguesa define democracia num simples resumo. Democracia, "governo exercido pelo povo, soberania popular" Ledo engano! Democracia na etimologia grega vem de "Demo=Demônio" e cracia=reino" Um governo democrático é simplesmente um governo exercido pelo "Demo".
    Daí, onde hà democracia existe a desigualdade social extrema! Uns poucos com muito, e muitos com pouco; è a política do Demo, colocar muito nas mãos de poucos, para que esses não tenham tempo para lembrar do Criador Eterno,. Já viram os multimilionários preocupados com Deus? Não nè! Eu também não.
    E os muitos miseráveis por lhes faltarem tudo, blasfemam do Eterno ao ver os ricos sobejarem o que falta a esses.
    Com essa política democrática o Demo conseguiu colocar todos contra Yahweh o Criador.
    Mesmo sendo um povo semi-analfabetos como somos; Nunca iríamos participar com o nosso voto de consentimento a um sistema de governo. Que iria nos massacrar como é o nosso governo no Brasil nesses anos de Democracia. Já pararam para pensar nisso! não? então reflitam-se.
    Shalom...ivonil ferreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demo não significa demônio em grego...

      Excluir
  2. Bom dia, amiguinho!
    Sempre preocupado em tentar responder, a duvidas.
    Concordo plenamente com a sua postagem.
    No tempo em que não havia votos, os pobres eram cada vez mais probres, e os ricos cada vez mais ricos.
    O voto dá-nos direito a uma escolha, embora, não seja a que desejamos, mas é aquela que mais se aproxima, das nossas ideias!

    Se você não votar, vai deixar que escolham por si, logo: não se pode queixar.

    Um grande abraço da sua amiga, bem disposta!

    ResponderExcluir
  3. Obrigar alguém a fazer algo, como votar, servir ao exército e ser mesário não está ajudando muito. A liberdade individual sempre fez os países se tornarem potências. Ficar ajudando os necessitados com o dinheiro do povo que acorda às 6h e trabalha pra caralho é uma péssima idéia, idéias socialistas acabam com qualquer país.

    ResponderExcluir
  4. Deveriamos ser como os americanos, que não são obrigados a votar...mas vão as urnas em todas as eleições porque se sentem livres para escolher ir ou não!

    ResponderExcluir