Seguidores

sábado, 4 de maio de 2013

Sobre hipocrisia humana.






Oieee Queridos,

Em meio a tantos protestos e manifestações a favor da saída do Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos, pergunto:

Ficar a favor do movimento GLS em mídias sociais é uma coisa, mas colocar a cara realmente para bater é outra?

Pergunto isso visto o número de votos que Marco Feliciano recebeu para se eleger (212 mil) mesmo sendo:

Evangélico

Contra o aborto

Contra homossexualismo


Contra PL / 122

Contra liberação de Bingos

Contra regularizar a Prostituição

Contra educação sexual nas escolas, entre outros contras.

Será que muitos não concordam com o que ele diz, mas com medo de parecerem antiquados ou preconceituosos se colocam em posição de em "cima do muro”?

O quão somos hipócritas de dizer que aceitamos o casamento de homossexuais, o aborto, a prostituição, a liberação das drogas, mas com tanto que seja na CASA DO OUTRO ?

Opinem...

__________________
Pergunta feita por Nec's no sítio Yahoo!Respostas.

Resposta de Bill.
____________


Oi, Nec's!

Quanto tempo, hem?

Quem gosta de ser chamado de veado ou de sapatão?

TODO mundo se sente ofendido quando é chamado assim, certo?


TODO mundo faz piadinha de gay no trabalho e olha torto quando há um funcionário gay na mesma empresa, certo?

Mas quando perguntados na mídia, esses mesmos dizem que são contra o preconceito e que o Feliciano é pilantra.

Hipocrisia em nível épico.

Apenas preconceito contra evangélicos é permitido, aqui no YR, por exemplo, dizem abertamente que sentem preconceito contra evangélicos (e contra negros também).

A mídia é gay, por isso todo mundo tem medo.

Não estou dizendo que sou a favor de preconceito contra este ou aquele grupo, mas apenas critico a mania do brasileiro de sempre fazer papel de fantoche, apenas isso.


A melhor forma de dominar um povo é deixá-lo ignorante. O preconceito é sinal de ignorância, pois não é um conceito racional, mas emocional, é devido ao ódio a determinado segmento da sociedade.

Existe o preconceito contra gays, contra negros e agora contra evangélicos e as medidas do governo contra os diversos preconceitos apenas os tem estimulado.

O sistema de cotas nas universidades, por exemplo, colocou todo mundo contra os negros, o PL 122 colocou contra os gays (mas ninguém tem coragem de admitir) e o Feliciano é o bode expiatório ideal para estimular o preconceito religioso.


Isso mostra o tamanho da ignorância de nosso povo e o domínio ideológico que a mídia tem.

A mídia brasileira sempre esteve no poder (já assistiu ao vídeo Além do Cidadão Kane? Veja aqui).

Não importa se é PT ou PSDB, é a mídia quem detém o poder, é ela quem elege presidentes há décadas.

Mas qual a vantagem em estimular preconceitos?

Como dizia Napoleão: dividir para conquistar.

É na união popular que está o verdadeiro poder, mas se todos se odeiam, então não há poder algum.

Jesus disse: “Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá”. Mateus 12:25.

É isso.

Bjs,

Graça e paz.


2 comentários:

  1. Oi Bill, faz um tempinho que não dou uma chegada no blog, né?
    Gostei do post e concordo com a opinião aqui citada, afinal, muitos falam sobre o preconceito, mas quando é para dar a "cara para bater" fingem que a coisa não é consigo mesmos. Hipocrisia em nível mestre!!!! kkkkkk
    Particularmente, embora sendo cristã, não sou contra os gays, até mesmo porque conheço alguns e acho a "luta" deles pelo respeito, em partes, louvável. Agora, o que não pode são grupos homossexuais disseminarem o preconceito ou ofenderem pessoas religiosas pelas ideias que elas têm, afinal, a liberdade de expressão é um direito de todos, mesmo que possa vir contra os ideários de certos grupos. Enfim, a questão não é simples, é bastante complexa e cada um tem um pensamento a respeito.
    Big abraços e até mais :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!

      Que saudade!

      Obrigado pelo comentário.

      Bjão!

      Excluir