Seguidores

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Como podem os cristãos afirmarem que Deus é onisciente e temos Livre arbítrio ao mesmo tempo?




Simples, se ele pode saber o que vamos ou não fazer, existe algo como um destino, do qual tudo é predestinado a acontecer.

Então, não temos livre árbitro seguindo essa linha de raciocínio, porque se Deus sabe que faremos algo e nos decidimos fazer outra coisa, ele não é onisciente, e se ele pode saber o que vamos fazer, nós não temos livre arbítrio.

Dissertem sobre essa contradição bíblica.


________________

Pergunta feita por Layne staley no sítio Yahoo!Respostas.


1ª Resposta dada por Ignácio M.

2ª Resposta dada por Cosmonauta.

3ª Resposta dada por Bill. 
 __________________ 



Uma coisa não anula a outra. O fato de fazermos nossas escolhas em momentos específicos de modo algum é um empecilho para a onisciência de Deus.

Fique com Deus!


 __________________ 

 
Cara, sou praticamente ateu e não concordo com você.

Sendo Deus (hipoteticamente) existente, mesmo tendo conhecimento prévio de tudo o que há por vir, não significa estar interferindo na vida das pessoas. É como o professor numa prova: ele sabe todo o conteúdo da mesma, mas não interfere na sua avaliação.

 __________________ 


Olá, Staley!

A onisciência não determina o futuro, pois onisciência significa conhecer algo e não determinar algo.

E isso não é tão difícil de entender.

Vou dar um exemplo simples.

Imagine, hipoteticamente, que existe um ET que mora em um planeta há 1000 anos luz da Terra.

Ele sempre observa a Terra e o universo em seu potente telescópio.

Num belo dia, ele vê que tem um asteroide gigantesco vindo em direção à Terra, ele percebe que o asteroide está há 2000 anos luz da Terra e que vai destruí-la.

Esse ET, então, resolve vir à Terra para nos avisar. Ele vem na velocidade da luz até aqui, por isso, ele leva mil anos até chegar aqui, assim, o asteroide está, agora, há mil anos luz da Terra.

Ninguém na Terra sabe desse asteroide, apenas o ET. Ele sabe como e quando a Terra será destruída, ele conhece o futuro. Então, como um típico profeta do apocalipse, ele avisa todo mundo sobre o fim do mundo.

Tá entendendo?

Conhecer o futuro não significa determiná-lo.

Ao avisar os habitantes da Terra sobre o asteroide, o ET deu aos terráqueos a chance de defenderem-se e evitar sua destruição, ou seja, deu a eles a oportunidade de mudar o futuro.

Todas as profecias bíblicas tem uma função de alerta e NUNCA de determinismo.

Conhecer o futuro significa apenas ter uma informação a mais, só isso.

É isso.

Graça e paz.



Um comentário:

  1. Oi Chris,
    A questão do livre arbítrio,segundo ensino pastoral é de que o livre arbítrio é para os que não estão em Cristo, ou não tem conhecimento ou comprometimento com Deus e a sua palavra. Mas sim
    para quem tem! Se conhecemos a palavra podemos escolher entre vivê-la ou não. Quem está no mundo
    não tem essa preocupação e ou compromisso, é livre para praticar o que quiser, afinal Deus não tem compromisso com quem não tem compromisso com ele e vice-versa,
    Mas para o conhecedor da Palavra,não é não e sim é sim. As vezes maldigo o livre-arbítrio sabe?
    Penso assim: Deus com toda a sua onipotência poderia nos poupar o sofrimento, simplismente nos cerceando, ou mesmo impedindo-nos de fazer algo que nos leve ao pecado.
    Ai a resposta vem a seguir: Ele nâ
    o quer filhos robóticos e pré direcionados. Mas sim filhos que obedecem porque entendem a sua palavra e o amam.
    Entendem a redenção de Cristo, e o amam. Está escrito"Se me amais, guardareis os meus mandamentos"...

    ResponderExcluir