Seguidores

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Certas religiões veneram um Deus da Ira?




Pergunta feita por Carla no site Yahoo!Respostas:

_______________________________________
 
1º Resposta dada por Pantera Lia à pergunta de Carla

2º Resposta dada por Bill à mesma pergunta.




Pantera Lia:

Sim.

Mas é pelo fato de não estudarem a palavra de Deus da maneira correta.

Leem a Bíblia e tiram dela o que lhes convém, interpretam conforme o caráter deles e não de Deus.

Uma coisa é eu te falar que não gosto de algo, outra é eu te falar que por isso vc não tem parte comigo.

Muitos erros estão levando parte da humanidade a desviar-se dos caminhos certos.

Deus é amor, perdão... Um Pai que se preocupa com seus filhos de uma forma tão grandiosa, que ele mesmo disse que se um filho se desviasse, ele deixaria os 99 para ir atrás desse.

O que mais me irrita, não são os ateus, mas aqueles que usam a palavra de Deus como seu atestado de autoridade sobre o próximo.

Distorcendo tudo.

Impondo regras que não condiz com o que está escrito... Tiram a metade da frase e o resto eles acrescentam.

Beijos

__________________


Bill:

Oi, Carla!

A Bíblia toda tem apenas uma mensagem e apenas um autor, por isso, para entendê-la, além de precisar estudá-la com paciência (pois leva tempo até compreendê-la), também é importante saber quem Deus é e como ele se apresenta.

Observe o que diz Isaías 45.7: "Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas."

Estranho, né?

Isso é um absurdo? Ou faz sentido se levarmos em consideração que Deus existe e é o criador de tudo?

Se ele é o criador de tudo, então tudo foi ele quem fez, até o mal, mesmo que ele não tenha criado o mal diretamente.

Para entender melhor, basta levar em consideração a hierarquia das coisas.

Observe:

A GM, como sabemos, entrou em crise. É óbvio que diversos fatores envolveram isso, assim como, diversos funcionários dentro da GM tiveram participação nisso. Houve corrupção lá dentro, desvio de dinheiro e etc. (mas como são americanos, ninguém diz isso, afinal, eles são padrão para o mundo). Enfim, quem foi o único responsabilizado por tudo? O presidente da empresa, por isso, ele pediu demissão.

Deus é o presidente do universo, por isso, ele é responsabilizado por tudo (e aceita isso). Mas a diferença entre o presidente da GM e Deus é que Deus sabe tudo o que acontece e, pra piorar, ele permite que aconteça.

Ele sabe todo o mal que acontece e vai acontecer, mas não impede nada, então, ele é o causador desse mal indiretamente, pois mesmo que não tenha agido de forma intencional ou proposital, ele permitiu que acontecesse.

Observe o que Deus diz em Jó 1.12:"E disse o SENHOR a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do SENHOR."

Deus não fez o mal a Jó, diretamente, mas permitiu, por isso, após as lutas de Jó terem cessado, olhe o que diz em Jó 42.11: "Então vieram a ele (Jó) todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele pão em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram acerca de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; e cada um deles lhe deu uma peça de dinheiro, e um pendente de ouro."

Aqui Deus é responsabilizado pelo que ocorreu com Jó, mas sabemos que não foi ele.

Assim, tem sentido quando Deus diz que fez o mal, mesmo que esse mal não seja fruto de uma ação direta (ou intencional) dele.

Por isso, TUDO que é ruim, na Bíblia, Deus diz que foi ele quem mandou ou que foi sua ira.

Os mandamentos de Deus são para proteção do homem, se ele desobedece, então, apenas colhe o que plantou, não é Deus quem puniu ou ficou irado, entende?

Você mesma pode confirmar isso, você já foi castigada por Deus alguma vez?

Tenho certeza que não.

Então, onde está a ira de Deus?

Tá entendendo?

Deus permite o mal apenas para garantir a nossa liberdade, pois a liberdade só existe quando há escolhas.

Assim, quando políticos corruptos e exploradores fazem definhar a população africana, sabemos que isso foi causado pelo próprio homem, mas Deus diz que foi ele quem fez, pois ele permitiu e permite coisas assim.

Ele deixa que as coisas sigam seu rumo natural, apenas isso.

Um leão ao matar uma gazela está sendo mal? Não, não está! Houve morte? Sim. Isso é apenas o curso natural das coisas.

Nós humanos nos achamos especiais demais, mas também fazemos parte da natureza, somos uma causa natural também. Se destruirmos o mundo, isso também será uma causa natural.

Qualquer evolucionista entende isso.

Então, Deus JAMAIS interfere diretamente? Não, ele interfere para ajudar quem o busca voluntariamente, pela fé.

É assim que a ação direta de Deus acontece.

Deus trata como filhos aqueles que o buscam, por isso, a única ação realmente disciplinatória de Deus, de forma direta, acontece apenas em relação aos seus filhos, pois todo pai que ama, educa. Por isso, todo crente autêntico evolui espiritualmente e como pessoa, pois Deus participa da vida dele.


É isso.

Bjs,

Graça e paz.


domingo, 27 de fevereiro de 2011

Palestra ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Içami Tiba, em Curitiba.

Dr. Içami Tiba

___________________________________________________________


1. A educação não pode ser delegada à escola.
Aluno é transitório.
Filho é para sempre.



2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo.
Não se pode castigar com internet, som, tv, etc...



3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.



4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real.
Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.



5. Informação é diferente de conhecimento.
O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa.
Não são todos que conhecem.
Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.




6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais.
Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.



7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome .
Se ela quiser comer, saberá a hora.
E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.



8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.



9. É preciso transmitir aos filhos a ideia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.


 
10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconsequente.



11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.



12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'.



13. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.



14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.



15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.



16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.



17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.



18. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.



19. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.



20. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.



21. Pais e mães não podem se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. 'Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador'. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.



22. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.



23. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.



24. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.



25. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.




Frases:

"A mãe (ou o pai!) que leva o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia..."


" As pessoas são pesadas demais para serem levadas nos ombros.
Levo-as no coração"
Dom Hélder Câmara





“Todo mundo está 'pensando'
em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que se 'pensará'
em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

Autor desconhecido

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Ateu é "contra" Deus ou "não acredita" em Deus?




Beijocas ATEÍSTAS....rs



Pergunta feita por Carla no site Yahoo!Respostas:

_______________________________________
 
Resposta dada por Bill à pergunta de Carla:



Um movimento anticristão para ser aceito não pode vir com características anticristãs explícitas, mas se apresentar-se como um ateísmo a favor da ciência, então, aparentemente, aí terá sentido seus argumentos anticristãos.

Mas aí vem a questão: pra que um ateu se interessaria em perseguir cristãos?

Se defendem a ciência, então o que a ciência tem a ver com isso? Sabemos que a ciência vive muito bem sem se envolver com religião nos dias de hoje, além disso, MUITOS cristãos são a favor da ciência, a aceitam numa boa.

Então o que pode ganhar um ateu perseguindo cristãos com tanto ódio como temos visto nos últimos tempos na mídia e em especial aqui no YR?

Vemos muitos falarem até em queimar Bíblias e em espancar crentes. É fácil encontrar dissertações longas pregando o ódio e a intolerância a níveis inquisitórios.

Mas se ateu não acredita em nada espiritual, então por que esse ódio tão profundo, por parte dos chamados "neo-ateus", contra os cristãos? E por que esses "neo-ateus" veem com simpatia questões relacionadas com Lúcifer e seu hedonismo?

Ateu também não acredita em Lúcifer, não é?

Por que a "estrela da manhã" é tão admirada por muitos deles?

Vou repetir o que disse no início: "Um movimento anticristão para ser aceito não pode vir com características anticristãs explícitas, mas se apresentar-se como um ateísmo a favor da ciência, então, aparentemente, aí terá sentido seus argumentos anticristãos."

Vemos com isso que para um movimento anticristão funcionar e ser aceito, o ateísmo pode muito bem ser usado como uma máscara.

Você mesma disse em outra pergunta que para ser anticristão precisa acreditar em Cristo, não é?

Bingo!!

Acertou em cheio.

Vou usar um usuário do YR para exemplificar o que disse acima:

Conhece o Lizandro Hubris? Ele se apresenta como um ateu extremado, fanático, mas no Recanto das letras ele fez um texto onde menciona a "hipótese gaia"

Conhece esse conceito?

É um conceito ligado ao chamado neo-paganismo, em que diz que a terra é um organismo vivo e consciente, a deusa Gaia, ou simplesmente “a Deusa”.

Isso é religião.


Mas alguém os ouviria? Uma sociedade com valores cristãos os ouviria?

Dificilmente.

Mas se seu discurso fosse pseudocientífico ou pseudo-racional, então seria ouvido? Sim, seria.

Por que eu digo pseudocientífico ou pseudo-racional? Simples, já reparou que o pessoal neo-ateu afirma-se como racionais, pensadores e etc., mas nunca provam essa racionalidade? Apenas porque eles próprios afirmam isso de si, faz sentido considerá-los racionais, pensadores ou amantes da ciência? Nada há que comprove isso, isso é apenas propaganda enganosa.

Minha última pergunta aqui no YR, por exemplo, foi sobre Deus, aí apareceu um sujeito desses, todo pedante, usando palavras em inglês e tal, mas limitou-se a apenas me chamar de burro, só isso. Nada, mas absolutamente nada, do que ele disse foi relevante, limitou-se a ofender, só isso.

Eles ofendem, agridem, fazem-se de vítimas (não me refiro a você), mas NUNCA provam seus argumentos.

O exemplo mais evidente é o Lizandro que cria suas teorias a partir de sua própria imaginação, mas quando é confrontado, simplesmente diz que não tem a obrigação de provar nada (olhe aqui e aqui )

O Lizandro, outro dia, disse-me de qual "sociedade" ele faz parte, mas não me lembro do nome, mas a questão é que a maioria dos "neo-ateus" seguem um tipo de "culto". Por isso, eles sempre usam os mesmos argumentos, sempre se portam do mesmo jeito (agressividade, xingamentos, perseguições e etc.), enfim, pode reparar, eles possuem um comportamento padronizado.

Muitos também se disfarçam de cristãos como forma de difamação.

Então, sim! É possível ateu contra Deus.

Entretanto, não acredito que você faça parte desse novo “modismo” chamado neo-ateísmo, onde muitos nem são ateus, mas são todos fortemente anticristãos e anti-Deus.

É isso.

Beijos,

Graça e paz.


O Brasil será mais respeitado no exterior se possuir a tecnologia da bomba atômica?




Se o Brasil desenvolver armas de destruição em massa, consequentemente será mais respeitado por países que ridicularizam a nossa nação e têm pretensões de usurpar as nossas riquezas naturais? Afinal, países que possuem armas nucleares são respeitados em todo o mundo.

Pergunta feita por Klindo Kloid no site Yahoo!Respostas:

___________________________________________
 
Resposta dada por Bill à pergunta de Klindo Kloid:


Olá, Klindo!

Ninguém deixaria o Brasil fazer a bomba, não vê o Irã? Eles querem fazer a bomba, por isso são terroristas, o Lula quis demonstrar simpatia a eles, mas a Hillary Clinton disse para todo mundo ouvir que o Brasil deveria rever suas posições para não sofrer consequências (ela falou exatamente assim), hoje a Dilma é totalmente contra o Irã.

Para nosso país ter o direito de fazer a bomba, teríamos que ganhar uma guerra. Mas isso é impossível por dois motivos:

O motivo bom: somos pacifistas por excelência (não vê a sacanagem que os políticos fazem? Ninguém liga, ninguém dá a mínima, ninguém reage). Nosso povo é pacífico e passivo (e se diz um povo feliz).

O motivo ruim: nossas forças armadas são um lixo (estou no Exército há doze anos, sei o que falo). Mas o problema não é a ausência de recursos do governo, como os militares dizem. O problema é a corrupção e a incompetência. O Exército brasileiro é uma piada, literalmente (mas tudo isso é escondido da mídia, é sigiloso).

Entendeu?

Como construir armamento sofisticado assim?

Sabia que os modernos aviões da FAB não foram comprados anteriormente por falta de pessoal especializado no Brasil para manuseá-los? O Brasil não quer apenas os aviões, mas também a tecnologia, entretanto, AINDA não temos pessoal qualificado para manusear essa tecnologia.

Ou seja, comprar alta tecnologia, pra nós, é desperdício, pois não sabemos o que fazer com ela.

Como construir uma bomba atômica assim?

Mas os militares que ganham MUITO bem, só falam em aumento de salários, só pensam nisso, mas coçam o saco o dia inteiro, pois só há serviço burocrático para fazer. São pouquíssimos quartéis operacionais no Brasil, alguns ficam nas fronteiras e quase todo o restante no Rio Grande do Sul, no resto do país é apenas serviço burocrático, só isso.

Papel e mais papel, os militares trabalham apenas para si mesmos. O Exército brasileiro não produz NADA.

Como construir uma bomba atômica assim?

Dizem que funcionários públicos são vagabundos, os militares batem no peito com orgulho e dizem que não são funcionários públicos, mas são vagabundos.

Como construir uma bomba atômica assim?

É isso.

Graça e paz.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Por que muitos estudantes não passam nas provas?Depois de um longo e intenso estudo, veja o que foi descoberto.



Um ano tem 365 dias para podermos estudar.

Depois de tirar 52 domingos,

só nos restam 313 dias.

No verão, há 50 dias durante

os quais faz demasiado calor
para poderemos estudar.

Assim restam-nos 263 dias.


Dormimos 8 horas por dia;

por ano isso são 122 dias.

Agora temos 141 dias.


Se nos derem 1 hora por dia

para fazer o que nós quisermos,
15 dias desaparecem; assim restam-nos 126 dias.

Gastamos 2 horas por dia

para comer, assim, usamos
desta maneira 30 dias e
sobram-nos apenas 96 dias
no nosso ano.

Gastamos 1 hora por dia para

falar com amigos e familiares,
o que nos tira 15 dias mais, e
então restam-nos 81.

Exames e testes ocupam no mínimo 35 dias do nosso ano, portanto só nos restam 46.


Tirando aproximadamente

40 dias de férias e feriados,
ficamos apenas com 6 dias.

Digamos que no mínimo

você está 3 dias doente, e
está, então, com apenas 3
dias para poder estudar.

Digamos também que só

saímos 2 dias.

Só resta 1 dia.


Porém, esse único dia...


É o seu aniversário!


Portanto...



Tá vendo, eu não

sou burro(a)!

Vc concorda com essa matemática???? rss


abçs

Prada

Pergunta feita por Prada Brasil no site Yahoo!Respostas:

_____________________________________________
 
Resposta dada por Augusto da Drica à pergunta de Prada Brasil:
 


Concordo não!... Amiga.

Este estudo tem inúmeros furos... Mas que tal analisar se não é porque não precisam passar nas provas para passar de ano?

Vejamos:

Ano passado tive uma turma de 8° Ano do 1° Grau que iniciou com 45 alunos, foram chegando outros e acabou com 53 alunos.

Um detalhe: na caderneta tem lugar para 40 alunos.

Desses 53 alunos, 47, aos trancos e barrancos, chegaram ao final, sendo que na minha disciplina, 4 foram aprovados e 1 desses 4 foi retido em outra disciplina, sendo portanto aprovados , nessa turma, palmem, só 3 alunos.

Até aí, tudo bem, porque a maioria deles só interessava mesmo da escola, a merenda e do governo, o dinheiro do Bolsa Família.

Este ano, recebi uma turma de 9° Ano do 1° Grau com 37 alunos, dos quais 32 são os alunos do 8° ano que não quiseram passar, que foram reprovados em até 3 disciplinas e têm o direito de se matricular no 9° Ano, mesmo sem ter aprendido nada dos conteúdos trabalhados no 8° Ano e que é indispensável saber, para poder aprender os conteúdos do 9° Ano.

Os outros alunos, bastante estudiosos, ao verem os colegas que, sabem eles, melhor que ninguém, não sabem de nada, passarem do mesmo modo que eles que se esforçaram para aprender a matéria, não estão mais querendo estudar e esperam passar de ano, este ano, sem aprender nada, como os outros, porque não precisam estudar para passar.

Agora, porque isto acontece? Porque se camufla os percentuais das reprovações, com este sistema absurdo, de "aprovação" de alunos com "dependência", a chamada "progressão parcial" e com isso os alunos reprovados não aparecem nas estatísticas que se apresenta ao BANCO MUNDIAL, e este, enganado, libera mais dinheiro, à fundo perdido, para que o governo melhore a educação, porque se quase ninguém é mais reprovado, é porque o dinheiro liberado anteriormente foi bem aplicado e a educação melhorou bastante. E aonde vai parar este dinheiro? Ninguém sabe, ninguém viu, porque o gato comeu.

Só para ter uma ideia. Este ano fui questionado por um aluno, porque o tinha aprovado e assim o prejudicado, pasmem, porque ia ter um ano a menos no 1° grau, recebendo dinheiro do governo. Fui averiguar e fiquei sabendo que um aluno pode passar 10 anos fazendo os 4 anos do 1°grau ( do 6° ao 9° ano ) e recebendo, durante estes 10 anos, o bolsa família, bastando não ser reprovado por falta, pois as notas não importam.

Pode um negócio desses? Pode não ser ilegal, mas acho imoral!...

Mas, voltando ao que postastes:

O ano escolar tem 200 dias letivos e só encerra depois de completados esses 200 dias, tanto que o ano passado, dei aulas até quase o final de janeiro desse ano, por conta dos feriados e dias que por algum motivo, não houve aulas, mesmo não sendo por falta do professor, pois aula, nesses quase 39 anos que leciono, só faltei duas.

Beijos, amiga.

Eu, Professor de Matemática.


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Amor sem fé, vale?




- Olá, Leitor amigo!

- Olá, Pensador!

- Espero sinceramente que estejas bem.

- Espero o mesmo de ti.

- Obrigado! Mas, iniciando nosso papo de hoje. Piedoso leitor, acreditas em Deus?

-Sempre ouço falar sobre isso.

- Ele existe, sabias? Acredito que também já ouvistes falar em salvação, não é?

- Sim, várias vezes! Hora nos falam que a salvação é por obras, hora ouvimos que a salvação é por fé. É isso, não é?

- Sim, é isso. Eu costumo defender a salvação por fé, dê uma olhadinha aqui, por favor. Entretanto, reconheço que não posso ser negligente e considerar apenas um caminho para a salvação, quando a Bíblia nos mostra dois.

- Dois caminhos? Então a salvação pode ser por fé ou também por obras? Dois modos distintamente?

- Não, questionador leitor, obras por si só NÃO salvam. Antes de continuarmos, porém, sugiro que leias esta postagem no blog e entenderás por que as obras não podem salvar.

- Se obras não podem salvar, então, além da fé, qual o outro modo em que a salvação pode ocorrer?

- O amor, leitor amigo!

- Amor? Mas obras e amor são sinônimos, por que dissestes que obras não salvam?

- Calma, exaltado leitor! Creio que não lestes a outra postagem sobre este assunto, não é? Por favor, antes de continuarmos, poderias dar uma lidinha? Creio que é desnecessário repetir aqueles argumentos aqui, isso tornaria nossa conversa muito longa e cansativa. Pode ser?

- Tá bom, pensador chato! Vou dar uma lidinha, sim!



- Pronto, já li, e agora?

- Muito bem, meu animado e sempre disposto leitor, tenho certeza que deves ter entendido que o mais importante é o amor, o amor desprovido de interesses pessoais, o amor pelo amor, apenas.

Isto ficou claro, não?

- Sim, ficou! Não me convenceu ainda, mas dá pra passar.

- Fico feliz que tenhas compreendido o que este humilde pensador quis dizer naquele texto, meu exigente leitor! Resumidamente, então, apenas para retomarmos o raciocínio, vimos naquele texto que a salvação é por fé quando cremos em Jesus Cristo, e como prova dessa salvação, recebemos o Espírito-Santo e com ele o amor de Deus é derramado em nossos corações, assim, o crente (que é de fato crente) consegue amar e busca se aperfeiçoar no amor. Vemos com isso que na salvação pela fé, o amor é o resultado (ou o objetivo) final. Por consequência, nesse caso, o amor passa a ser a principal prova de que a fé ocorreu anteriormente, pois esse amor surge como consequência da fé, logo, o amor é a prova de que a salvação já aconteceu.

- Isso tudo eu vi no outro texto, mas, então, não é possível amar sem a presença da fé? Eu amo minha família, meus amigos, meu cachorro e etc. Que amor é esse, então?

- O amor é apenas um, amoroso leitor! O que muda são os níveis de amor.

Assististe ao filme 10.000 a.C.?" Sempre cito esse filme para falar sobre níveis diferentes de amor.

Esse é um filme que conta a história de um jovem que vivia na pré-história, mas precisou sair de sua aldeia para salvar sua amada que havia sido sequestrada e, de quebra, ainda cumpriu uma profecia. Já o assististe?

É uma história que prega a cientologia, mas não é disso que quero falar. Vou citar apenas um pequeno trecho, observe:

O pai do protagonista, que era líder de sua aldeia, precisou sair de sua vila pra poder salvá-la. Mas, propositalmente, ele saiu em desonra, pois essa foi a única forma que ele encontrou pra proteger o seu povo. (se assististe ao filme, então sabes o porquê).

Anos depois, quando seu filho (o protagonista), já adulto, descobriu toda a verdade, ou seja, que seu pai na verdade era um herói e não um covarde como diziam, ele questionou seu velho amigo (que fora amigo de seu pai) sobre a razão de seu pai ter feito aquilo.

A resposta desse amigo é que quero chamar à atenção, observe: Ele disse que as pessoas traçam círculos em suas vidas e cuidam e se importam com quem está dentro desse círculo. Alguns traçam o círculo apenas em volta de si mesmos, outros, em volta apenas de sua família, outros traçam um círculo bem maior onde abarcam muitos. O pai do protagonista havia traçado um círculo bem grande que englobava toda a aldeia.
Compreendestes?

Isso é que são níveis de amor.

O egocêntrico, por exemplo, ama apenas a si mesmo. Mas o amor pode ser bem mais abrangente que isso.

- Então, é esse amor altruísta que salva, mesmo sem a fé?

- Sim, aliviado leitor, a salvação desse modo também é possível.

Observe o que o apóstolo Paulo diz em Romanos 2.13-15: 'Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem NATURALMENTE as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para SI MESMOS são lei; Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os (...)'. Gentios, como sabes, são os não-judeus, ou seja, nós. Somos aqueles a quem a lei de Moisés não foi entregue.

Mas creio que percebestes que Paulo disse que quem NÃO conhece a Lei pode praticá-la naturalmente sendo lei para si mesmo.

Que lei é essa? O amor.

Foi Jesus quem disse isso quando lhe perguntaram qual era o maior dos mandamentos (Lei), ele disse: o amor.

Observe o diálogo entre Jesus e o fariseu relatado no evangelho de Mateus 22.36-40:

"Mestre, qual é o grande mandamento na lei?

E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, SEMELHANTE a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem TODA a lei e os profetas."

O apóstolo Paulo também disse algo assim em Romanos 13.8: "A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros CUMPRIU a lei."

A fé salva ou o cumprimento da Lei, a Lei é o amor, logo, o amor salva.

O que a lei diz, jurídico leitor? Não matarás, não roubarás e etc. Quem ama não faz essas coisas, por isso, quem ama cumpre a lei automaticamente, mesmo sem conhecê-la.

Assim, podemos ver pela Bíblia que a salvação, na verdade, se processa de duas formas: pela fé e pelo amor.

-Mas por que a Bíblia fala mais sobre a salvação pela fé?

- O amor, leitor, é o objetivo final e a fé garante que isso aconteça. Porque, pela fé, o amor de Deus é derramado em nossos corações, capacitando-nos a amar verdadeiramente, assim é garantido que o crente não seja estimulado a agir de forma interesseira ao demonstrar seu amor.

- Mas é possível ter esse amor sem a fé, não é?
- Sim é possível, mas é muito mais difícil e dificilmente alguém se interessaria em fazer isso, de fato, pois, na maioria das vezes, nossas obras são motivadas pela intenção em ganhar pontos com Deus, uma postura interesseira, desse modo não há amor de fato, mas apenas uma troca motivada por interesses egoístas.

Além disso, há outro fator muito importante: é a fé que nos aproxima de Deus, mesmo em vida, pois através dela, ele se torna participante e atuante em nossa vida, ele se torna um pai presente.
Deus também nos ama e pela nossa fé podemos experimentar esse amor, entendes?

A fé nada mais é que uma decisão voluntária que tomamos para nos aproximarmos de Deus, é o livre-arbítrio em prática, pois Deus apenas se aproxima de nós se quisermos isso, e ao querermos, então, precisamos acreditar nele e buscá-lo VOLUNTARIAMENTE.

Não é apenas no céu que podemos estar com Deus, isso também ocorre em vida.

É isso que a fé também produz e por isso é tão importante.

- Mas como ter fé? Como podemos desenvolvê-la?

- Isso, interessado leitor, pode ser visto aqui, está tudo explicadinho.

- Obrigado Pensador pelos esclarecimentos.

- Por nada, quando precisares, estarei sempre aqui.

- Até logo, fique com Deus!

- Até logo, vá com Deus.


Christian Brito